sábado, 7 de maio de 2011

Quando até os brinquedos choram...





Aos sem-mães



Toda a inocência é abortada

Quando não se tem mais uma

Ou quando se tem uma que não é...



(Wania)




Música: “Como é grande o meu amor por você” – Roberto Carlos







13 comentários:

  1. Enquanto abraço a minha Mãe e agradeço a ela por tudo que sou, não consigo deixar de pensar em todos aqueles que sobrevivem (ou sobreviveram) sem a figura materna ou sobrevivem (ou sobreviveram) apesar dela,porque todos estes anos na pediatria me mostraram, infelizmente, que nem toda mãe é mãe!


    Que Maria, mãe de todas as Mães, serene os corações dos que sofrem e festeje junto com os que têm ou tiveram o privilégio de celebrá-la.

    Deixo um beijo a todos que passarem por aqui.
    Com carinho, Wania

    ResponderExcluir
  2. Wania querida!

    Este post me atingiu como uma flecha. Só eu sei porque.

    Muito profundo e lindo.

    Beijos

    Mirze

    ResponderExcluir
  3. oi Wania,

    linda sua postagem,
    mãe é o bem mais precioso
    que Deus nos deu,
    me uno a você
    nesse momento de lembrar
    de quem não as tem...

    beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Todo mundo nasce criança, é muito triste quando percebemos este tempo arrancado de alguns... teu coração é grande, teu amor multipliplica Wania, por isso tenho estado sempre aqui.

    Beijos e feliz dia das mães.

    Carmen.

    ResponderExcluir
  5. solidarizo com aqueles que não a tem. não conheço essa realidade, mas imagino o quanto seja difícil.
    bjs!

    ResponderExcluir
  6. A você mulher divina e maravilhosa, meus parabéns pela sublime arte da maternidade, um abraço fraterno.

    Daniel Brandão.
    http://danbrandao.blogspot.com

    MAIO

    Maio,
    é o mês das flores,
    das noivas,
    e das mulheres.

    Maio,
    é o mês da ternura,
    da esperança,
    e do amor.

    Maio,
    é um mês sublime
    cheio de perfume no ar.

    Maio,
    é o mês da for suprema
    a flor “ MÃE”.

    Daniel Brandão.

    ResponderExcluir
  7. Wania, ótima lembrança a sua. Vai ajudar até mesmo a quem tem a mãe a dar mais valor a elas.

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. tem muitas maes que estao muito sòs...
    lindas palavras, minha linda Wania,
    beijos

    ResponderExcluir
  9. Querida,

    sua sensibilidade é uma coisa linda!!
    Só alguém com o coração assim pensaria nos "sem mães",
    e essa música tocada desse jeito é de emocionar!

    obrigada por suas sempre encorajadoras palavras em meu blog UNI VERSOS,

    todo carinho e afeto para vc nesse dia prá lá de especial!

    Ester

    ResponderExcluir
  10. wania,


    além de doce, você é sábia!


    um beijo.

    ResponderExcluir
  11. Eu repito a carinha do Tonh0

    :0(

    Tem os lados tristes.
    Beijos, minha querida!

    Rossana

    ResponderExcluir
  12. Mirze,
    Rô,
    Carmen,
    Ribeiro,
    Daniel,
    Flávia,
    Myra,
    Tonho,
    Ester,
    Betina,
    Rossana

    Queridos amigos, agradeço cada palavra deixada, recebê-los aqui é sempre um motivo de grande alegria para mim.
    Quando escrevi este versinho só falei em um dos lados desta triste história, mas sei que existe o lado B: filhos que não são filhos! Lastimo da mesma forma, mas cada um é responsável pelas suas escolhas! Que a caminhada mostre que o amor é a distância mais curta para se conseguir a paz interior e o bem-viver.

    Bjão em todos,
    Wania

    ResponderExcluir

"Uma palavra caída
das montanhas dos instantes
desmancha todos os mares
e une as terras mais distantes..."
(Cecília Meireles)

Que bons ventos te tragam mais vezes!