domingo, 5 de fevereiro de 2012

Chorinho para coração e f[l]auta...

Imagem Tumblr





Não tem palmas no portão

Nem cheiro de café passado

De tão vazio o coração

Até o dono já foi despejado

 

(Wania)









14 comentários:

  1. um dia este coraçao vai se encher de amor!
    beijos querida e linda Wania

    ResponderExcluir
  2. S-e-n-s-a-c-i-o-n-a-l!! Gostei mesmo, Wania!!

    []s

    ResponderExcluir


  3. "Inadimplência...?
    Será que vai a LEILÃO...!?
    "

    :o)

    ResponderExcluir
  4. De uma singeleza encantadora. Só faltaram um violão, um bandolim, um cavaquinho e, claro, a flauta.

    beijo, amiga.

    ResponderExcluir
  5. seu humor poético é triste, que contrassenso rsrs... sou apaixonado por suas palavras!

    bjs de confete ( pode ser de carnaval)
    ns

    ResponderExcluir
  6. querida Wania,
    saudades desse blog...lindo poema.

    ResponderExcluir
  7. Adoro seu ritmo e confesso que me fez lembrar um personagem que estou "tatuando" por aqui. Será que me empresta seu verso para enriquecer meu trabalho de construção aqui?

    Ps. Já enviei a sua revista. Será que recebeu?
    bacio

    ResponderExcluir
  8. como é gostoso esse ritmo com cheirinho de café.

    saudades de vir aqui.

    estou de volta a blogosfera!!!

    beijos

    ResponderExcluir
  9. Querida amiga

    Mas o bom,
    é que a alegria
    busca o coração,
    e ele sempre encontra guarita,
    no lugar correto
    que a vida reservou para ele
    em algum lugar.


    Que sempre existam
    sonhos a habitar teu coração.

    ResponderExcluir
  10. nem tem verso inacabado
    que nãoo se siga ao recomeço
    como assim não há partida
    que um dia não seja
    uma volta sem ída.

    Lindo Wania.

    Simples e belo demais.

    Meu carinho
    Sam.

    ResponderExcluir
  11. Que cena bordas com tuas mãos, Wania que bom estar aqui te lendo.

    Beijos e bom retorno de Carnaval. Sempre carinho.

    Carmen.

    ResponderExcluir
  12. onde està??? saudades e mtos beijossssssssssss

    ResponderExcluir
  13. Amigos queridos, me desculpem a ausência, estava passeando, afinal ninguém é de ferro, não é mesmo? ;))

    Agradeço de coração todas as palavras carinhosas que fui lendo, mas não tinha como respondê-las como de costume. Pretendo colocar as visitas aos blogues amigos em dia e agradecer pessoalmente a cada um, apartir de agora.

    Bj grande em todos! :)

    ResponderExcluir

"Uma palavra caída
das montanhas dos instantes
desmancha todos os mares
e une as terras mais distantes..."
(Cecília Meireles)

Que bons ventos te tragam mais vezes!