sábado, 23 de junho de 2012

Rasa...




Imagem da internet





Em noites rasas

quando nem os sonhos preenchem os vãos ...

Saudade da tua maré cheia

Inundando meus porões


(Wania)











16 comentários:

  1. Respostas
    1. Obrigada, Eduardo!


      Bom retorno e que as plaquetas subam mais...!

      Bjão, meu querido! :)

      Excluir
  2. simples belas palavras cheias de sentimento, beijos e saudades....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Myra


      Obrigada pela presença, amiga!
      Espero que estejas te recuperendo bem, apesar de te achar meio tristinha qdo leio as tuas postagens no face! Fica bem!

      Bjs mil

      Excluir
  3. ual!

    sempre na medida de erotismo e sensualidade.

    lindo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Eleonora


      Bom te ver por aqui, amiga!
      Tua opinião sempre pesa muito para mim...

      Bj grande

      Excluir
  4. UAU!!!

    adoro ler tudo aqui!!

    saúde e paz

    boa semana e com maré cheíssima!! \0/



    RO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Ro!


      Transbordante para todas nós! ;))))


      Bjks

      Excluir
  5. Quanta sensibilidade e suavidade !!! Adoro... bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, se assinasse iria ser bem melhor...

      Bj

      Excluir
  6. Respostas
    1. Crisssss querida!

      Quanto tempo, amiga!
      Bom saber que continuas gostando da minha escrita! :)


      Bj cheio de saudade

      Excluir
  7. Uauuuuuuuuu que lindo!
    Saudade é um sentimento que grita! bjssssssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcinha,


      ÈÉÉÉÉÉÉ MEEEEEEESSSSSSMMMMMMMOOOOOOOO!


      Agradeço de coração o teu carinho.
      Bjinhos

      Excluir
  8. encorado em suas palavras tbm espero a maré cheia pra aventurar meu coração.

    bjs de marinheiro
    ns

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nelson


      Mergulhos em corações rasos dão traumas irreversíveis!
      Mil vezes nadar nas profundezas...


      Bjs submersos ;)

      Excluir

"Uma palavra caída
das montanhas dos instantes
desmancha todos os mares
e une as terras mais distantes..."
(Cecília Meireles)

Que bons ventos te tragam mais vezes!