quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Di(n)vertido...


Ficava horas inerte admirando as poças d’água

Seu mundo invertido

Depois corria e pisava em todas elas



A Indiferença nunca foi parceira

Até hoje não sabe brincar!


(Wania)

Puddle Jumper by Xaliaz/ Devianart


24 comentários:

  1. " A Indiferença nunca foi parceira
    Até hoje não sabe brincar "

    Nossa adorei isso!
    é verdade existem sentimentos que são de mal com a vida mesmo...
    hehe
    muito legal a imagem também! :)
    beeeijos flor


    p,s; eu brincava de pular em poças d'água.
    hihihi

    ResponderExcluir
  2. Bonito e reflexivo

    bjs,lindo dia pra ti

    ResponderExcluir
  3. Lindo Wania!
    Adorei , mais um belo poema!
    Bjs querida
    Gi

    ResponderExcluir
  4. Oi,linda
    Estou visitando os blogs inscritos na Gincana para escolher alguns...cheguei aqui no seu "Encantamentos":leve,poético,belo..parabéns!
    Vou fazer minha postagem mais pro fim do mês!

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Obrigada, Roberta

    É verdade, tem muitos sentimentos que não sabem brincar...

    Bjs
    PS: quem não pulou, né????

    ResponderExcluir
  6. Tonho, a Indiferença é muito má!
    Deixa a menina triste...

    Bjão

    ResponderExcluir
  7. Gi, gosto quando vens aqui!

    Obrigada pelas palavras gentis,
    Bjinhos!

    ResponderExcluir
  8. Bem vindo Exagerado!

    Que bom que gostou daqui!
    Obrigada pelo doce comentário...

    Tb estou fazendo o mesmo!
    Bjs e apareça!

    ResponderExcluir
  9. Bem vinda, Christi


    ...dá pano pra manga!
    Obrigada pelas palavras carinhosas.

    Bjs e um dia iluminado pra ti tb!

    ResponderExcluir
  10. Wania,

    Vim parar aqui através do blog do Hod, que a indicou na Gincana...

    Que sorte a minha...

    Adorei suas palavras grandes, que encheram minha alma... sua capacidade de síntese é mágica... nada deixa faltar... textos que deveriam virar camisetas, outdoors, quadros na parede !

    Realmente adorei.
    Virei seguidora.

    Beijo grande

    ResponderExcluir
  11. Bem vinda, Solange!

    Puxa, sem palavras para agradecer tanto carinho!
    Se é amiga do Hod, com certeza é minha também!

    Fico imensamente feliz em saber disso tudo!
    Obrigada pela visita, pelas doces palavras e por me seguir.

    Bjão e um dia iluminado pra ti!

    PS: passarei na tua casa mais tarde para visitar o teu cantinho! Agora tô na correria!

    ResponderExcluir
  12. Oi, tudo bem?

    Sei que você é seguidor/a do blog e gostaríamos de te convidar a fechar este ano conosco com uma resenha sua para o nosso cronograma de fim de ano.
    Sim, já estamos trabalhando com as resenhas para o último mês desse ano e os seguidores do blog sao os nossos convidados.

    Você poderá fazer uma resenha de algum livro que você já tenha lido; Que tenha gostado ou nao.

    Mas antes dá primeiro uma olhadinha no nosso arquivo para nao enviar uma resenha que já tenha sido postada.

    http://oqueelasestaolendo.blogspot.com/2008/04/o-que-elas-esto-lendo.html

    Obrigada Georgia e Flávia

    ResponderExcluir
  13. Indiferentes com a indiferença...

    ResponderExcluir
  14. Será que um dia a gente aprende?
    ...
    (rs)

    Bjo, Wania!

    ResponderExcluir
  15. Sabrina...

    Eu juro que não consigo esta proeza, mas deve ter quem consiga!

    Bjs

    ResponderExcluir
  16. Henrique, que graça o que tu escreveu!

    É mesmo... a infância é um estado de Graça! Tenho ótimas lembranças da minha.

    Há dias que são tão áridos e desérticos que eu daria anos de minha vida em troca de uns minutos de graça” Clarice Lispector

    Bj sem traça, na praça...rsrs!

    ResponderExcluir
  17. Fred!

    Fico contente de te ver por aqui e mais ainda por saber que gostaste do que escrevi!
    Obrigada!

    Bjinho carinhoso pra ti

    ResponderExcluir
  18. Aí, sei não Talita!!!!

    Brincar até a gente aprende, mas com a Indiferença acho que ninguém consegue... ela é muito mazinha... rsrs!

    Bjs

    ResponderExcluir
  19. Oi, Georgia e Flávia

    Prometo que vou dar uma olhada na lista e se existir algum que eu li e ainda não foi postado eu faço a resenha sem problemas para o blog de vocês,ok?

    Bjs gurias!

    ResponderExcluir
  20. Alôha doce Poetisa!!!
    Transportei-me por alguns minutos em dobras de tempos passados, que só vou quando olho para os pequenaines pássaros tomando banhos em poças d'agua. Realmente a indiferança parece um formão com dois dentes na lâmina. Vai deixanto marcas na madeira por onde passa!

    Bom final de semana querida e doce Wania!!

    Alôha!!

    Hod.

    ResponderExcluir
  21. Que bom, Halley que te fiz passear no tempo...
    Eu viajo a toda hora!!!!

    Se existe um sentimento que me mata, sem dó nem piedade, este é a Indiferença!!! Até hoje não aprendi a brincar com ela!

    Bjsssss

    ResponderExcluir

"Uma palavra caída
das montanhas dos instantes
desmancha todos os mares
e une as terras mais distantes..."
(Cecília Meireles)

Que bons ventos te tragam mais vezes!