sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Inspiração...



Lá vem aquela menina

Vestida de bailarina

Da minha mente faz palco

Para os seus sonhos de dançarina


Sem nenhuma disciplina

Chega quando bem quer

Quebra toda a minha rotina

E o que é prioridade, termina


Tão novinha e tão ladina

Nos meus versos faz faxina

Às vezes, muita purpurina

Outras, mata a heroína

Do baú, muita naftalina


Em tudo seu nariz opina

na dor, potente morfina

na raiva, estricnina

na alegria, colorida serpentina


Mas como não deixar entrar

Esta inspiração pequenina

Que mexe e vira me azucrina?

Impossível, sua presença me ilumina

Ela é pura adrenalina

Acolhê-la é minha sina


(Wania)



31 comentários:

  1. Es bello siempre leerte querida amiga te dejo un beso grande..

    Un gusto siempre leerte..

    Perdón por mi ausencia siempre es un gusto visitarte..

    Un abrazo
    Con mis
    Saludos fraternos de siempre..

    Que tengas un buen fin de semana...

    ResponderExcluir
  2. lindo,...

    (será que todas nós pensamos em ser bailarinas quando crianças?)

    mantém a menina, wania, assim mesmo como você faz e nunca chegará o dia de perecer.


    um beijo.

    ResponderExcluir
  3. Wania, que coisa mais linda!

    A primeira leitura remeteu-me imediatamente à minha netinha. Que delícia!

    Seus escritos me encantam.

    Bjs e inté!

    ResponderExcluir
  4. Sinto falta dela!
    Um saudade .. absurda!

    ResponderExcluir
  5. que linda1 meigo,beleza, minha querida Wania!!
    beijossssssssss

    ResponderExcluir
  6. Que lindo, Waninha! Gostei desta bailarina intensa, pura e travessa que vc escreveu!

    Amanhã é sua estreia no Maria Clara, que legal, né? Não vejo a hora da minha tbm...


    Ah, vc viu um e-mail que te enviei pedindo auxílio para colocar a música no blog do jeito que vc coloca, com aquele símbolo do play?
    Depois olha lá.

    Beijos, ótimo fim de semana!

    ResponderExcluir
  7. Wânia,

    Me lembrei de minha prima, me causa os mesmos setimentos!

    Bela poesia, como sempre.

    Grande abraço, bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  8. Encantador!
    Guardarei este poema teu, comigo.

    Abraços

    ResponderExcluir
  9. Lindo, Wania!

    Era meu sonho ser bailarinha. Acho que minha alma menina anda a te perturbar.

    Um encanto de poema!

    Beijos

    Mirse

    ResponderExcluir
  10. Ser doce como a infancia
    não é sina, é privilégio.
    É ser pura de poesia,
    vestir sonhos e fantasia,
    e mesmo assim... ser mulher.

    Talvez essa pequena bailarina
    colorida e tão ladina,
    seja afinal uma menina,
    Wania talvez, mas pequenina,
    e mesmo assim... ser mulher.

    Suave inspiração.
    Criança, menina, mulher.
    As palavras saem-te do coração,
    E talvez seja só por issso,
    não por sina ou destino
    que esse teu simples caminho
    te leve sempre em boa direcção.

    Felicidades.

    ResponderExcluir
  11. bonito, lindo, delicado tema. me encantó.
    beijos

    ResponderExcluir
  12. na sublime dança
    de uma bailarina
    jamais cansa
    tanta adrelanina.

    gostei muito

    beijos querida!!

    ResponderExcluir
  13. [simples a espiral das palavras, dança em vento, inocente; segue o ritmo da respiração e dança]

    um imenso abraço, Wania

    Leonardo B.

    ResponderExcluir
  14. A menininha bailarina
    que dança no teu coração
    sopra versos e te azucrina
    Chama-se inspiração!

    Que bom que ela existe, Wania.
    Cuide bem da sua menininha encantada.
    Por nós!

    bjs
    Rossana

    ResponderExcluir
  15. Adolfo querido

    Que bom te ver por aqui!
    b rigada pelas amáveis palavras... gosto demais quando vens aqui!

    Lindo domingo pra ti,
    Bjão

    ResponderExcluir
  16. Betina

    Ser bailarina é um sonho que todo mundo já teve, com certeza! A dança é mágica e o ballet mais ainda!

    Faço força pra não perder a minha menina, sempre...

    Agradeço por vir e comentar,
    Bjsssssssss

    ResponderExcluir
  17. Ju

    Delícia é ler isso que escreveu...obrigada, nem mereço tanto, minha amiga!

    Parabéns pela tua netinha, curta bem por que crescem como abobrinhas...rsrsrs!

    Bjão nas duas!

    ResponderExcluir
  18. Pri querida

    Saudade???...pelo que leio no teu cantinho tenho a impressão que a tua nunca saiu de perto de ti!!!! Olhe bem...

    Obrigada por vir e comentar,
    Bjks

    ResponderExcluir
  19. Myra

    Agradeço as palavras amáveis.
    Gosto de te ver por aqui...

    Bjão, amiga!

    ResponderExcluir
  20. Larinha

    Que bom que gostou, me deixa feliz saber disso!

    Pensei que não fosse amanhã a minha estréia, mas foi...a próxima é a tua, te desejo muito sucesso sempre!!!

    Teu carinho me aquece,
    Bjssssssss

    ResponderExcluir
  21. Luciano querido!

    Bom te ver por aqui...

    Estes pequenos são incríveis não é mesmo...sabem mais que nós se duvidarmos..rsrssrs!!!

    Obrigada pelas palavras carinhosas,
    Bjssss

    ResponderExcluir
  22. Bem vinda Tatiana

    Obrigada pelas gentis palavras!
    Porta sempre aberta pra ti por aqui...

    Bjs

    ResponderExcluir
  23. Mirse

    Alma de menina bailarina todas nós temos, com certeza...se a tua anda por aqui...que delícia a inspiração que me deu!!!!

    Obrigada por estar sempre aqui, gosto demais!

    Pensei em te escrever um email contando do Maria Clara, mas logo imaginei que esta descisão deve ter sido tomada de comum acordo com todas vocês...e que tu já deveria saber.
    Querida amiga, não tenho palavras pra te agradecer a oportunidade e o prazer de dividir este novo espaço com vocês!

    Obrigada, obrigada!
    Bjssssssss

    ResponderExcluir
  24. Chá de Malvas

    Ser doce como a infancia
    não é sina, é privilégio.
    É ser pura de poesia,
    vestir sonhos e fantasia,
    e mesmo assim... ser mulher.

    Talvez essa pequena bailarina
    colorida e tão ladina,
    seja afinal uma menina,
    Wania talvez, mas pequenina,
    e mesmo assim... ser mulher.

    Suave inspiração.
    Criança, menina, mulher.
    As palavras saem-te do coração,
    E talvez seja só por issso,
    não por sina ou destino
    que esse teu simples caminho
    te leve sempre em boa direcção.


    Que coisa mais liiiiiiiinda que deixaste aqui registrado, agradeço cada palavra/carinho...aqueceu meu coração!
    Que possamos sempre ser levados nas boas direções...

    Brigaduuuuuuuuuuuu,
    Bjão

    ResponderExcluir
  25. Reltih

    Tu que é um encanto de amigo, um vento sempre a favor!!!
    Obrigada!!!!!!!

    Bjão

    ResponderExcluir
  26. Braulio

    na sublime dança
    de uma bailarina
    jamais cansa
    tanta adrelanina
    .

    Teus versos são lindos, sempre!
    Obrigada pelas palavras e por gostar da minha escrita,tb aprecio muito a tua!


    Bjs

    ResponderExcluir
  27. Leonardo querido!

    Lindas as tuas palavras, como sempre!
    Obrigada pela presença, gosto demais!

    Bjks

    ResponderExcluir
  28. Doce Rossana

    A menininha bailarina
    que dança no teu coração
    sopra versos e te azucrina
    Chama-se inspiração
    !

    Espero nunca perdê-la de verdade!
    Agradeço sempre as tuas palavras e o carinho que ganho de ti,

    Bjsssssss

    ResponderExcluir
  29. quando o coração é grande, o espaço resulta pequeno. então, salve essa menina que sempre encontra espaço, onde quer que passe.
    meu carinho,
    anderson fabiano
    ps: amei esse cantinho. vou voltar

    ResponderExcluir
  30. Bem vindo, Anderson Fabiano

    Que bom que o coração é grande...
    Pra ela tem e sempre terá espaço de sobra!!!!!

    Obrigada pela carinho das tuas palavras.
    Porta sempre aberta pra ti por aqui...

    Bjs

    ResponderExcluir
  31. Essencial, Wania, manter viva a menina dentro de nós. Se ela for bailarina, melhor ainda... Que lindooo! Beijos.

    ResponderExcluir

"Uma palavra caída
das montanhas dos instantes
desmancha todos os mares
e une as terras mais distantes..."
(Cecília Meireles)

Que bons ventos te tragam mais vezes!