sábado, 5 de outubro de 2013

Chamariz...



Imagem da internet





Quando eu me faço vidro


Eu te quero pedra




(Wania)
 






 
 



14 comentários:

  1. Ici, y a du mystère dans l'air....*rs et puisque je ne me vois pas en Nostradamus, non plus en Eco, alors il ne me reste qu'exalter la forme concise du texte et l'aguichant de l'image. À bon entendeur, salut!

    Bom domingo, Waniá, um beijo com muito carinho.
    André

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bonjour, André!

      Le mystère afin d'inciter la recherche... rsrs!
      Ici, le chemin est toujours imprévisible! ;)



      Merciiiii et bon dimanche à toi, aussi!

      Plein de bises,
      Waniá


      Excluir
  2. Suave e provocador .... lindo !!!

    ResponderExcluir
  3. Respostas
    1. Então, foste tu Maca!


      Brigadinho por esclarecer...

      Bjão

      Excluir
    2. O comentário foi posto pelo celular, por isso não fui identificado. Bjs.

      Excluir
  4. Mas são as pedras que fazem partir os vidros...

    Um beijo, Wania.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esta é a intenção, meu caro amigo João! ;)
      Estes vidros quebrados movem moinhos...

      Bjinho terno

      Excluir
  5. Me quebra, me joga na parede me chama da lagartixa...kkk
    Anda querendo ver o circo pegar fogo, heim, doutora?
    Lindo!

    Bjs
    Rossana

    ResponderExcluir
  6. Fazer-se de vidro translúcido chegaria a ser maldade, não fosse a intenção com que o vidro se faz. É esse fluência poética que me faz pensar que jamais serei poeta. Falta-me essa continuidade. Em ti, a fluência sobra. Bellissimo. Beijoss

    ResponderExcluir
  7. Oi Wania
    Como vai amiga?
    Faz tempo que não venho por aqui. Estava com problemas no meu blog. Acredito que agora consegui resolver. Mudei o nome de Simplesmente para Atemporal. Queria te pedir para fazer a correção aqui no ENCATAVENTOS. O link é esse:
    http://www.emfaria.com
    Obrigada!
    Beijos querida e um ótimo final de semana.
    Elaine :)

    ResponderExcluir
  8. como sempre, assim, sem cerimônia, adoro sua pontaria certeira, percebo seu poder, tbm, como pedra rsrs

    bjs estilingados rsrs
    ns

    ResponderExcluir
  9. Eu não diria que a pedra "quebra" o vidro...

    eu diria que atravessa ;)

    excelente.

    ResponderExcluir

"Uma palavra caída
das montanhas dos instantes
desmancha todos os mares
e une as terras mais distantes..."
(Cecília Meireles)

Que bons ventos te tragam mais vezes!