terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Solo de Cello...



Eu violoncelo

Solo enquanto te espero

Desafinação e Tempo

Em mim travavam duelos


[eu só de pensar gelo]


Agora quando te sentas a minha frente

E me ajeitas entre as tuas pernas

Apoiando-me no teu ombro

Queres arrancar de mim

Só melodias ternas


[eu te traduzo em notas eternas]


Quando teu arco suavemente me toca

A bulir minhas cordas mortas

Muitos gritos saem dos escombros

E da partitura suave música transborda


[eu penso que até Apolo acorda]


Me afinas sem

Me levas ao SOL

E de não mais volto

Viagem sem


[eu na tua boca um beijo selo...

e nas tuas mãos me solto]


(Wania)

Mischa Maisky Bach - Cello Suite No.1 i-Prelude

34 comentários:

  1. lindoooooooooo, adorei as metaforas. bjs

    ResponderExcluir
  2. Waninha
    Quanta sensualidade, é lindo teu poema!
    bjs
    Gi

    ResponderExcluir
  3. oi Wania!
    hoje eu acordei pensando em cellos, e eis que os encontro por aqui, tão bonitos quanto nos meus pensamentos!
    grata por compartilhar!
    :o)

    ResponderExcluir
  4. Belas metáforas, Wania!

    Por coincidência, também andei falando de escombros. ;)

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. gosto de que diz e como diz e como arruma as letras, enfim, gsoto de tudo!
    beijos

    ResponderExcluir
  6. Maravilhoso, você compôs a sinfonia deste poema com muita sensualidade, os acordes estão perfeitos!
    Um grande beijo.

    ResponderExcluir
  7. Lindo poema Wania! Que essa música nunca pare de tocar!

    beijos e ótima semana!

    ResponderExcluir
  8. Lindo, suave, sensual..perfeito.
    Amiga..quanta beleza em um só poema.
    Beijos linda,
    Regina.

    ResponderExcluir
  9. eu do lado de cá..
    olho o infinito.
    fico no seu lá.
    cello bendito.

    profunda musica,

    belo poema

    beijos nas cordas cello

    ResponderExcluir
  10. Tudo é possível...até um violancelo consegue falar através da escrita eheheh ...muito bonito!!!

    Beijinho

    ResponderExcluir
  11. Violoncelo*... sorry, enganei-me :)

    ResponderExcluir
  12. Te dejo mis mejores vibraciones de paz para estas fiestas..

    Es un placer leerte..
    Suerte en todo..

    Un abrazo
    Saludos fraternos..

    ResponderExcluir
  13. Linda e melódica poesia em cello!

    Este belo instrumento encanta e você, amiga, encanta mais ainda com seus belos versos

    Beijos

    Mirse

    ResponderExcluir
  14. Oi Wania, belíssimas metáforas ! Deste vida a um instrumento com grande sensibilidade !Poema literalmente melodioso, uma canção poética admirável. Bj com carinho.

    ResponderExcluir
  15. Sensual, intrigante poema.

    O violoncelo criou vida nessa sua linda prosopopéia.

    Beijos! =D

    ResponderExcluir
  16. Cris,

    Gisele,

    Ana,

    Lou,

    Myra,

    Maria Augusta,

    Mírian,

    Regina,

    Braulio,

    Ellen,

    Adolfo,

    Mirse,

    Úrsula,

    Marisete,

    Larinha,

    Queridos Amigos

    Obrigada por sempre virem e deixarem registrado tanta coisa bonita em cada comentário que aqui fica. Cada um deles toca um melodia especial, própria de cada um, que me alegra os olhos e os sentidos e que juntos formam uma música linda e suave onde eu danço feliz.

    Agradeço de coração o estímulo constante!

    Desculpem-me não poder responder a cada um com a devida atenção que merecem, mas estes finais de ano são muito corridos para mim e acredito que para todos, mas 2010 já está quase batendo à porta e logo, logo tudo se normaliza! Aproveito tb para justificar as minhas visitas menos frequentes a todos vocês. Sempre os leio, mas às vezes não consigo tempo para comentar como gostaria.

    Deixo um bj grande e o meu carinho a cada um!

    ResponderExcluir
  17. Que legal Wânia....adoro o som do violoncelo...bjsss

    ResponderExcluir
  18. obrigado sempre pelo teu carinho e ternura.
    certo andamos todos un poco atarefados..

    boas festas BOM NATAL.

    beijos doces..

    ResponderExcluir
  19. Mutio bem conduzido esse poema...muito erótico também, muito harmonioso e musical. Beijo.

    ResponderExcluir
  20. Nooooooooooooossa,Wania! Que maravilhosa inspiração.Só posso aplaudir esse concerto maravilhoso! beijos,tudo de bom,chica( e acho que o fim da história será bem legal mesmo!)

    ResponderExcluir
  21. Oi, Wania...

    Um tocante poema, querida, musicalmente perfeito e melodioso. O som do cello é fascinante, e as metáforas usadas por ti são ótimas!

    Um beijo grande!

    ResponderExcluir
  22. Vim te desejar um feliz ano novo e acabei colando o meu comentario de um outro post no meu comentário, por favor nao libera, rs. Coisa de doido estao minhas teclas por aqui hoje.

    Wanis, apesar de nos conhecermos muito pouco, o pouco que já nos deixamos conhecer já criou raízes.

    Desejo para vc e sua família uma noite de Paz e um ano pleno de realizacoes.

    Um beijao

    ResponderExcluir
  23. Amigaaaa,

    Onde está você? Volte logo...
    Quero outra poesia..um poema..um texto...
    Saudades..
    Super beijos,
    Regina.

    ResponderExcluir
  24. Querida Wania,
    Lindo poema!
    Gostaria de avisa-la,que é necessário sua postagem da Bloggincana,para que eu possa postar a minha dando continuidade,desta vez,a tarefa é diferente,tendo o inscrito 24hs após a inscrição.
    Aguardo sua bela postagem,mas antes lembre-se de passar no bloggincana.Obrigada querida
    Boas energias
    Mari

    ResponderExcluir
  25. como sempre aqui vim...mas agora é para te desejar um fantastico ano novo 2010!!!
    beijossssssssssssss

    ResponderExcluir
  26. lindo, parabens.
    Belissimo blog
    o poema escrito por uma mulher bonita,normalmente tem vida e luz. O teu tem !
    Maurizio

    ResponderExcluir
  27. Sabrina,

    Braulio,

    Dri,

    Chica,

    Dalva,

    Georgia,

    Regina,

    Mari,

    Myra,

    Maurizio

    Novamente, peço desculpa por não comentar um por um como vocês mereceriam, mas deixo aqui os meus sinceros agradecimentos por todas estas palavras de carinho e estímulo que deixaram pra mim. Fico imensamente feliz por receber isso tudo e espero que tudo volte em dobro para todos vocês. Obrigada de coração!

    Aos que pela primeira vez vem no meu cantinho digo o que sempre falo : porta sempre aberta por aqui... è um prazer recebê-los sempre!

    Bj grande a todos!

    ResponderExcluir
  28. (catando deliciosamente o vento)eis-me grato pela descoberta deste seu espaço. O poema (belíssimo) é uma partitura em que as metáforas e as imagens se irmanam e concertam.

    luís filipe pereira

    ResponderExcluir
  29. Wuuu Huuu.. Lindo Poetisa.
    Com tantos contorno; Metáforas que trazem tranquilidade a alma.
    Já a surpresa em ouvir Mischa Maisky tocando o Mestre Bach Cello Suite em Prelúdio No.1. Magistral.

    Boa semana querida amiga!!

    Hod.

    ResponderExcluir
  30. Oi, Wania querida... Como estás? Quanto ao poema, uma palavra: ARREPIO!!! BJUS

    ResponderExcluir
  31. Oi Wania!
    Voltando para desejar um feliz final de ano e um 2010 cheio das melhores surpresas possiveis!
    Que voce continue a brilhar no Espaço Virtual, com essa mesma alegria brejeira que tem nos encantado tanto! Descobrir voce foi uma das alegrias desse ano que passou!

    Aproveito para deixar o novo endereço virtual do Café:

    http://cafe-pontocom.blogspot.com/

    beijos

    ResponderExcluir
  32. sabes que eu sempre achei o violoncelo EXTREMAMENTE sensual?
    aí vem vc e confirma isso tão bem! rs
    LINDO, Wania!
    Aplausos! *****

    ResponderExcluir
  33. Olá, parabéns pelo blog...adorei e me identifiquei em seu poema ao Violoncelo... convido a você a visitar o meu blog sobre esse instrumento maravilhoso... www.violoncelosdemaceio.blogspot.com

    Saudações violoncelísticas!!!

    ResponderExcluir

"Uma palavra caída
das montanhas dos instantes
desmancha todos os mares
e une as terras mais distantes..."
(Cecília Meireles)

Que bons ventos te tragam mais vezes!