quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Quero-quero-te...


“Stela” – Tela de Madu Lopes




Enquanto te espero

Em ponto cruz, bordo meu pranto

Perto, um grito de quero-quero...

Da agulha, perco a linha

Do coração, o encanto


(Wania)



71 comentários:



  1. Primeiro: PARAbéns me faz saber do teu PREMIO.

    Wania, teu nome é VITÓRIA!

    ...

    Quero-quero-te bem!
    Quero-quero ver-te encantada e encantando-nos!

    Beij♥!

    ResponderExcluir
  2. Se da agulha, per [DES]alinha [o ponto em cruz] e do coração, o encanto, inda mais se alinha o canto, e assoma o encanto de encantaventos... :)

    ResponderExcluir
  3. Oi wania
    Li um texto onde dizia que é muito saudável esse movimento a espera da felicidade.
    Concordo que enquanto procuramos muito encontramos, muito aprendemsos .
    Em seus versos estamos a espera , de quem? do amor certamente, que pode devolver ao coração o encanto.
    Lindo,lindo
    beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Inspiração retumba em ecos de seu coração Wania.
    Nos banhados....Sara-Cura. Nos Jardins Colibris.

    Beijos querida amiga, contente por sua visita e pela deliciosa fragrância que deixastes.Um belo presente.

    Alôha,

    Hod.

    ResponderExcluir
  5. Linda a pintura Wania.

    Às vees quem queremos por perto tá difícil...

    Bjao

    ResponderExcluir
  6. Tonho querido

    Parabéns pra ti, TRIcampeão! Ppuuuxxxxaaa, não tem pra ninguém mais é????...rsrsrsrs! PsiCOWlogicamente, se explica....rsrsrsrs!

    Agradeço as palavras criativas e carinhosas de sempre, meu amigo! Eu tb que quero-quero muuuuuuito bem!

    Vida longa pra esta amizade!
    Bjã♥

    ResponderExcluir
  7. Francisco

    Tuas palavras são muito doces, açucaram o meu dia e a minha Alma. Começar um dia assim é tudo de bom!

    Obrigada pelo carinho de sempre,
    Um dia igual ou mais doce pra ti tb, meu amigo!

    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Waniaaaaaaaaaaaaaaaaaa que lindo, a escolha da tela e tua inspiração das palavras foi perfeita, simplesmente fantástica!
    Lindo seu texto, linda poesia, linda combinação!
    Ahhhhhhh essa espera!
    bjs e bom dia!

    ResponderExcluir
  9. LIS querida!

    Sei que se aprende com a espera, mas acho que faltei esta aula e tô repetindo o ano, não gosto de esperar... e esperar o amor ou o amado só faz aumentar mais a saudade de tê-lo próximo... hajam bordados enquanto o encanto não volta!


    Obrigada pelo teu comentário tão rico de sentires, dialogar contigo é sempre um prazer!

    Dia lindo pra ti,
    Bj♥

    ResponderExcluir
  10. Halley querido

    Que sobra pra mim depois de ler este teu comentário/poesia? Tuas palavras são muito liiiiiiiiiiiiiiindasss... sou eternamente grata por ter te conhecido e poder partilhar desta amizade tão bonita!

    Entre sara-curas e colibris, te guardo do lado esquerdo do meu peit♥!

    Obrigada, amigo!
    Bjão

    ResponderExcluir
  11. Oi, Georgia

    Longe é um lugar que não existe, mas dificulta o encontro, com certeza!

    A tela é linda, tb acho. É um pintor gaúcho, Madu Lopes, que eu adoro demais. Seus trabalhos me inspiram ao primeiro olhar...

    Obrigada pela presença.
    Bom dia pra ti,
    Bjssss

    ResponderExcluir
  12. Doce Márcia

    Overdose de carinho neste teu comentário, vais me acostumar mal...rsrs, mas eu gosto, tenho que confessar, quem não gosta, não é mesmo?

    Fico muito feliz em saber disso, és sempre um vento soprando a favor por aqui...

    Um dia mais lindo pra ti,
    Bj♥!

    ResponderExcluir
  13. Muitos quero-queros de amor e felicidade!
    Pintando e bordando uma esperança, um desejo.
    Super beijos,
    Regina

    ResponderExcluir
  14. Ah, q lindo...

    amiga, às vezes o tempo das espera nos causa um turbilhão de emoçoes, ne? Como ja dizia Kant, gd filósofo, "a paciência é amarga, mas seus frutos são doces." Mas é difícil a espera! Desejo que seu encanto se renove dia-a-dia! Afinal, é ele quem dá brilho no olhar. Beijos, amiga linda!

    Gil :)

    Ah, parabéns pelo aniversário do blog! Vc se supera a cada post!

    ResponderExcluir
  15. Costurou muito bem os versos. Muito lindo. Beijo.

    ResponderExcluir
  16. Lindo poema, Wania!

    Bordar sentimentos e encantos, é para poucos.

    Beijos, amiga querida

    Mirse

    ResponderExcluir
  17. Precioso.. cuando me detengo en tu blog.. haces que el día se maravilloso.. Un poema Excelente.

    Un beso


    Un abrazo
    Saludos fraternos.

    ResponderExcluir
  18. Um amor delicado, ao contrário do que diz a letra da música do Caetano: Não deve ser desprezado. Pois o amor tornam as pessoas sensíveis, generosas e o coração - esse bobo! Sempre estará carente! Nada supre essa carência, nem mesmo o objeto amado. Somente o próprio amor supre a sua carência. Beijus,

    ResponderExcluir
  19. Que bonita essa união do bordado com a teia da espera....
    E o quero-quero, passando dentro dessa solidão...ah, é tão bonito que nem é triste!

    ResponderExcluir
  20. Wania,

    seu bordado é mais que um poema, é essência do fazer poético feminino.

    Lindíssimo, minha querida. Parabéns pelo aniversário do Encantaventos e méritos obtidos à sua poesia.

    Sua escrita é merecedora!

    Forte abraço,
    H.F.

    ResponderExcluir
  21. E com seus versos o encanto de uma brisa a passar.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  22. Olá Wania!
    Está acontecendo até o dia 07/03 a BlogagemColetiva,
    proposta pelo blog http://fio-de-ariadne.blogspot.com
    Meu Oscar Vai Para:
    Venha conferir e comentar minha participação no:
    http://sempretensoesamorcontos&causos.blogspot.com/
    Lindo seu versar,as vezes a linha do coração quebra mesmo com o canto dos pássaros,gostei muito,de coração.
    Boas energias
    Mari Amorim

    ResponderExcluir
  23. os ventos terriveis aqui me trouxeram..estou brincando, nao preciso de nenhum vento para vir aqui todos os dias, te ver e se nao tem nada de novo, é somente os beijos de todos os dias, minha querida Wania!

    ResponderExcluir
  24. Esperar é vão tormento
    Inutil, seco, lamento.
    A vida segue - sabes? - indiferente
    E o amor dói, simplesmente.

    ResponderExcluir
  25. Ancantador este poema, dá até para apreciar uma espera. Delicioso!
    Um grande beijo para você.

    ResponderExcluir
  26. Tá tudo lindo, querida
    Conheci (e adorei!) esse artista graças a você, lá no Maria Clara.

    Bjo, Wania!
    E paz.

    Talita
    História da minha alma

    ResponderExcluir
  27. Querida Wania,

    que amor de poema ! Desses miudos que encantam a gente ! A tela é linda, doce, delicada...Tudo muito fofo. Bj com carinho,

    Úrsula

    ResponderExcluir
  28. um mimo, querida...

    um mimo!


    beijos e abraços.

    ResponderExcluir
  29. Quantas vezes não perdemos a linha, ou desviamos de algum buraco e caímos em outro? Até que alguém vem e nos coloca em seu eixo novamente, para acharmos o nosso.

    Bonito poema!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  30. ternura Wania

    o mundo ta precisando de mulheres como tu

    com paixâo

    flores para ti do meu coraçâo..


    beijos!!! felizes dias doces noites!!!

    ResponderExcluir
  31. Hoje vou ficar apenas com o silêncio e o sorriso de menina que teus dizeres me permitiram. Beijos e bom fim de semana...

    (...)Fôrma sem forma, sombra sem cor
    Força paralisada, gesto sem vigor
    (...)

    Elliot

    ResponderExcluir


  32. Quero-quero-te muito bem, minha amiga!
    Pintando e bordado sempre: esperança, amores, alegrias, sonhos...

    Bjs

    ResponderExcluir
  33. Boooom diiiiia, Myra


    Teu lindo vale muuuuito para mim!
    Obrigada,

    Bj♥s

    ResponderExcluir
  34. Gil, minha querida

    Quanta sudaaaade...
    Espero mesmo comer os frutos logo, e beeem docinhos!!!!

    Obrigada pelo chamego, sempre é muito bom ouvir isso, ainda mais vindo de quem veio!

    Bjsssss

    ResponderExcluir
  35. Dri

    A gente se esforça...
    Fico feliz quando gosta!

    Bjão

    ResponderExcluir
  36. Obrigada, Mirse

    Tua presença aqui sempre me deixa muito feliz!
    Merci!

    Bjinhos

    ResponderExcluir
  37. Adolfo

    Obrigada pela presença de sempre!
    Sempre um prazer te ter por aqui.

    Bjs

    ResponderExcluir
  38. Luma querida!

    Um amor assim delicado, mete medo pela grandeza... nunca mesmo deve ser desprezado! Caetano tem toda razão quando se QUEIXA!!!

    O coração é mesmo muito bobo, sempre carente, quer sempre um pouco do amor do outro para se completar! O meu ainda não consegue se bastar...

    Obrigada pelo rico comentário,tua leitura sempre enriquece a minha poesia!

    Bjs

    ResponderExcluir
  39. Reltih

    Delicado é uma palavra que eu adoro!
    Obrigada...

    Bjão

    ResponderExcluir
  40. Wal, minha amaiga querida

    Que doce este teu comentário...
    Temos, penso eu, que encontrar o belo até na tristeza para poder suportá-la! Suaviza a dor da espera...

    Gosto de te ver por aqui, obrigada!

    Bjsssss

    PS: merecida homenagem da Gi pra ti, ela captou, como sempre, a tua essência, tanto na poesia que mencionou como na fotografia que escolheu para o Vastas! Lindo demais! Pura Wal...

    ResponderExcluir
  41. Wânia amiga, me apaixonei, pronto acabei revelando, não aguentei, foi mais forte do que eu, estava aqui engasgado na garganta, me sufocando,tive que soltar, desculpa o atrevimento, mas..ahahahaahah..te assustei??...
    Espera Wânia, olhei, voltei a olhar, subi o cursor do ratinho mais em cima e voltei lá de novo, fiquei especada de novo, assim com aqueles olhinhos de peixe morto conhece a expressão??...pois...vidrei mesmo, é linda,tem tudo o que aprecio, estrelinha, casinha baixinha humilde, passarinho, ternura no olhar, as cores transbordam calor, uma tela encantada, uma espera bordada. Amei de verdade!!...agora estou falando sério...(sorrisos)

    Quanto ao ponto de cruz....tenho mesmo que dizer??...pronto ok...acho que só me falta fazer camiseta para o hamster da minha filha, (ainda não consegui tirar as medidas)...de resto acho que já deu para fazer o enxoval de todas as noivas de Santo António..(Glup..)

    Beijokas amiga...

    ResponderExcluir
  42. Amiga.

    Este poema
    traz uma ternura temperada
    com a dor da saudade.
    Nele cabem todas as dores das ausências.

    Um final de semana de muita inspiração.

    ResponderExcluir
  43. Hercília querida!

    Que lindo ouvir isso de ti, obrigada nem mereço tento! Aquece-me a Alma!

    ...bonito é bordar a varias mãos como andamos fazendo!

    Bjão

    ResponderExcluir
  44. Oi, Ianê

    Brisa boa sinto eu quando passas por aqui...tuas palavras sempre refrescam o coração!

    Obrigada,

    Bjsssss

    ResponderExcluir
  45. Oi, Mari

    Que bom que gosto, me faz feliz saber!


    Quanto à blogagem, pode deixar, vou passar lá e ver a tua participação!

    Obrigada pela visita e comentário,
    Bjinhos

    ResponderExcluir
  46. Chá de Malvas...

    Esperar é vão tormento
    Inutil, seco, lamento.
    A vida segue - sabes? - indiferente
    E o amor dói, simplesmente
    .

    Eu ainda acredito que a espera um dia é recompensada com a chegada e com a presença!
    Sigo bordando... até a linha acabar!

    Bjs

    ResponderExcluir
  47. É mesmo Maria Augusta...

    Bordar suaviza a espera!
    Gosto quando me gostas!

    Bjssssss

    ResponderExcluir
  48. Obrigada Talita

    Tua opinião é mais que um estímulo, sempre!

    O Madu Lopes é maravilhoso mesmo, suas telas me inspiram demais! Que bom que fui eu quem te apresentei ele!

    Bjão

    ResponderExcluir
  49. Querida Úrsula

    Fofo é este teu comentário, um algidão-doce para entrar no clima!

    Que bom que apreciaste, me faz feliz saber!
    Bjo grande pra ti!

    ResponderExcluir
  50. Obrigada, Betina

    Tua presença por aqui é sempre motivo de alegria pra mim! Tua amizade me rega...

    Bjão

    ResponderExcluir
  51. Larinha, minha flor

    Falaste tudo, estar no eixo é o que se tenta sempre, as vezes é difícil, mas seguimos tentanto
    achar o prumo!

    Obrigada pela presença,

    Bjinhos

    ResponderExcluir
  52. Braulio, tu é um querido!

    O mundo está precisando de TERNURA, isso sim...de homens e de mulheres!
    Que, através da poesia, a gente amoleça ele um pouquinho...

    Tu fazes muito bem a tua parte, meu amigo!
    Bj carinhoso pra ti!

    ResponderExcluir
  53. Lunna querida

    Às vezes, parar tb é uma maneira de agir!

    Que o sorriso de menina que meus versos te fizeram lembrar, siga sempre bordado na tua alma!

    Obrigada pele presença,
    Bjssss

    ResponderExcluir
  54. Minha amiga Libel

    O Madu Lopes pinta tudo que eu adoro tb: casinhas, estrelas, flores, pássaros, barquinhos, malas, livros, guarda-chuvas, asas, cabelos esvoaçantes, cores, gatos, a mágia das coisa tentando resumir o que a criação dele faz sem limites!

    Que bom que gostou da tela e da minha poesia, fico muito feliz com a tua presença aqui, sempre motivo de festa pra mim!

    Bj imenso pra ti, querida!

    PS: então, és um bordaderia de mão cheia? Não espalha, mas eu não prego nem botão...rsrsrsrs!!! Psiuuuuuuuuu!!!!!

    ResponderExcluir
  55. Aluísio querido

    A saudade temperada com a ternura parece que faz a dor da ausência se parecer mais leve, tens esta mesma impressão que eu?

    Adoro quando vens aqui, me deixas leve!

    Um final de semana com as todas as cores do arco-íris para ti!
    Bjão carinhoso

    ResponderExcluir
  56. Wania,
    Meu marido leu teu poema e adorou...eu amei, de tão delicado.E que premio é esse, quero saber!!!

    ResponderExcluir
  57. O Amor dói, desgasta, danifica, martiriza

    mas também
    O Amor é:
    a nossa ode, fascinação, magia a nossa vida
    bom fim de semana

    ResponderExcluir
  58. Encantado, com este teu canto, Wania.
    Beijos

    ResponderExcluir
  59. Adriana querida

    Puxa quanta honra ter minha poesia apreciada por esta dupla de peso! Obrigada!

    Quanto ao premio, me inscrevi em um concurso de poesias promovido pela Gazeta dos Blogueiros e no dia em que meu blog fez um aninho vi que minha poesia - Figos Cristalizados - tinha tirado terceiro lugar... Fiquei muito contente com o presente!

    Um lindo final de semana para voces!
    Bjsssss

    ResponderExcluir
  60. Oi, Anonimo

    Nao gosto de responder a comentarios anonimos, mas tu insistiu... quem sabe da proxima vez tu te identifica!

    O amor, ele mesmo, sabe machucar, mas tb sabe assoprar e curar as feridas! Mal e remedio!

    Bom findi pra ti tb.

    ResponderExcluir
  61. Oi, Fred

    Encantada fico eu sempre que leio os teus comentarios.
    Bom te ver por aqui, tava saudade!

    Deixa eu te contar uma coisa, sabe aquel minha poesia sobre os figos que tu disse que tinha achado a minha melhor poesia e se 'e que poderiamos escolher uma entre tantas, pois eu a coloquei no concurso de poesias e ganhei o terceiro lugar com ela. Lembrei-me muito de ti!

    Bjao , querido!

    ResponderExcluir
  62. Sem palavras... Quanta doçura, Wania. E este quero-quero gritando alto - que imagem. Belo. Beijo!

    ResponderExcluir
  63. Então, voltoi aqui pra dizer que gostei demais de vc lá no Vastas, me vendo, me vendo junto com a Gi, que tudo vê. Obrigada Wania, sei q vc tá sempre por perto.

    ResponderExcluir
  64. Nydia

    Obrigada, sem palavras fico eu depois de ler um comentário tão querido assim!

    Bjs

    ResponderExcluir
  65. Henrique querido

    A gente se esforça para não perder a linha...

    Bjão

    ResponderExcluir
  66. Wal

    Nâo precisa agradecer, tu é uma pessoa que faz a diferença... a gente simplesmente constata!

    Bjs, querida!

    ResponderExcluir
  67. Wania, seu blog, as coisas que voce escreve é de encher os olhos e o coração!
    estou seguindo!
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  68. Bem vinda, Sil

    Que bom que tu gostou, será sempre um prazer te receber por aqui...

    Obrigada pela visita e pelas palavras doces!
    Porta sempre aberta!

    Bjs

    ResponderExcluir

"Uma palavra caída
das montanhas dos instantes
desmancha todos os mares
e une as terras mais distantes..."
(Cecília Meireles)

Que bons ventos te tragam mais vezes!