terça-feira, 3 de agosto de 2010

Das profundezas...



Aos meus filhos, Vivian e Felipe

Filho...
É andorinha que voa dos olhos
É rio que nasce do coração
Escorre pelas mãos
E vai, sabendo que pode voltar

Filho...
É mar que bate nas pedras
Água transparente que esconde profundezas
É a linha do horizonte
Onde, todos os dias, eu toco o céu!

(Wania)



42 comentários:

  1. Estamos nos nossos filhos no futuro e desejamos alegres, também no passado onde fomos, e agora presente, tão bem (d)escrito em seu poema.

    belo poema.

    bjs
    ns

    ResponderExcluir
  2. "Se meu filho nem nasceu, eu ainda sou o filho, se hoje canto esta canção, o que cantarei depois"

    :D

    ResponderExcluir
  3. Ah, que lindo! Seus filhos devem ter muito orgulho dessa mãezona linda, doutora, poetisa =).

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Querida Wania,

    Linda saudações aos seus filhos. Hoje monstram´se como os grandes projetos que estão dando certo.

    Beijos querida amiga,

    ResponderExcluir
  5. que esplendido poema, que maravilha eles terem uma mae como voce!!!
    sim, os filhos e depois os netos é a maior felicidade que nos dà esta vida...
    beijos emocionados

    ResponderExcluir
  6. Lindíssima poesia e homenagem!beijos tudo de bom nesse frrrrrrrrrrrrrrrrrio por aqui!chica

    ResponderExcluir
  7. Oi minha amiga, linda mensagem aos filhos...

    Como filha vejo que somos andorinha, rio, mar, água, linha do horizonte... somos tudo aos seus olhos, mas, também fãs e admiradores incondicionais de nossos heróis, nossos pais.

    bjs, minha amiga!

    ResponderExcluir
  8. Ah, que lindeza!
    Quanta delicadeza nesse canto...

    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. De arrepiar...

    Filhos orgulhosos, devem ser...!

    Um bjo, querida.

    Talita
    História da minha alma

    ResponderExcluir
  10. Que lindo, Wania! Fazer essa ponte entre o amor e a Natureza é tão essencial, eu acredito...
    Beijos

    ResponderExcluir


  11. ELES serão PAI & MÃE
    e farão "poesia como fizeste"...e fazes.

    MÃE é ... aMÃEeSER todos os dias!

    Be:)o do pai de duas Marias, Clara & Eduarda!

    ResponderExcluir
  12. Que eles só lhe tragam alegrias, minha amiga.

    Lindo poema, como linda é você.
    bj

    ResponderExcluir
  13. Amor de mãe em MAIÚSCULA!

    Quanto orgulho devem ter teus filhos, Wania!

    E não é para menos. Bela homenagem na escala mãe-filho.

    Beijos

    Mirze

    ResponderExcluir
  14. filhos são tantas coisas que a vida inteira é pouco para conter, mas acima de tudo são, como você disse, a possibilidade de tocar o céu.
    que os seus sejam sempre fontes de felicidade!!!

    ResponderExcluir
  15. Lindo poema...essa história de filhos sempre comove. Beijo

    ResponderExcluir
  16. Belo poema...Nossos filhos são nosso tesouro.
    Amei teu blog.
    É fofo.
    E você é linda viu?
    Bjos achocolatados

    ResponderExcluir
  17. Magnífico sentimento maternal,
    expresso com o ardor que só quem tem filhos o sabe,
    eu não os tenho, e sinto, como uma semente em mim não germinada e ainda assim, sinto, mesmo que de carona em palavras tão bem elaboradas...


    beijo carinhoso,

    ResponderExcluir
  18. Os filhos deixam nosso coração, assim cheio de ternura.
    muito bonito Wania seu poema, sua Vivian , seu Filipe.
    Parabéns
    meus abraços

    ResponderExcluir
  19. Nelson querido!

    E não poderia ser diferente, não é mesmo?
    Filho é tudo de bom...


    Obrigada pelo carinho constante!

    Bjinhos tempestuosos ;)

    ResponderExcluir
  20. Francisco

    Uma canção mais linda ainda, experimentar a outra ponta é muito bom tb!


    Bj grande, meu querido!

    ResponderExcluir
  21. Obrigada, Larinha!


    A gente se gosta muito por aqui, mas a coruja-mor sou eu!!! :)))))

    Bjs, minha florzinha

    ResponderExcluir
  22. Marcio

    Eu espero e torço para que isso não seja verdade!
    Uma mãe feliz sem que os filhos estejam??? Algo está errado...

    Bjinhos

    ResponderExcluir
  23. Halley querido

    É tão bom ver os filhos trilhando um caminho bonito, deixa a gente tão orgulhosa (no bom sentido, tu entendes disso), ainda mais quando se é pãe!!! ;)))))

    Bj grande

    ResponderExcluir
  24. Obrigada, Myra

    Se os filhos já fazem isso com a gente, que farão os netos, que dizem ser os filhos com açucar...


    Bjinhos ensolarados pra ti, minha amiga!

    ResponderExcluir
  25. Mi querida!

    Agradeço de coração!
    Tua presença me adoça o dia!

    Bjs

    ResponderExcluir
  26. Chica

    E neste nosso frrriooooo, o amor fica mais gostoso ainda, não é mesmo? A casa chia... lareira, chocolate quente, um filmezinho, uma manta macia, filhos em volta... quem precisa de mais para se aquecer!


    Bjs congelados pra ti, minha querida!

    ResponderExcluir
  27. Marcinha

    Com certeza, ocupamos vários papéis, desempenhamos nas duas pontas e é bonito saber que do que somos feitos e eternamente gratos aos nossos próprios pais pelos valores que nos deram!


    Bjão, amiga!

    ResponderExcluir
  28. Ai, Cris

    Delicadeza encontro eu todo o dia quando abro o meu computador e partilho do sentimento amorável dos amigos que passam por aqui!

    Obrigada, sempre!

    Bjinhos mil

    ResponderExcluir
  29. Obrigada, Talita

    Conseguir arrepiar quem é dona de tanta sensibilidade, é um elogio e tanto pra mim! :)

    Obrigada, fico muito feliz!
    Bjão

    ResponderExcluir
  30. Tania

    E os filhos consegem isso sempre, nos mostram diariamente que esta ligação entre Criador e Criatura é palpável.


    I believe, too!

    Bj grande

    ResponderExcluir
  31. Tonho


    É bonito pensar assim, que eles levam um pouquinho deste nosso jeito de ser pra resto das suas vidas! Que possamos sempre "marcá-los" positivamente!


    Bjão!
    Parabéns pelas duas Marias que tu acompanhas o crescer! Lindas florzinhas devem ser!

    ResponderExcluir
  32. Rossana

    Que Assim Seja, minha amiga!
    E os Anjos assinem embaixo!


    Tua presença por aqui é sempre motivo de alegria pra mim!

    Bj imeenso

    ResponderExcluir
  33. Mirze, querida!

    Eu sou meio (?) exagerada mesmo nesta coisa de amor...rsrsrs...deu pra perceber?
    Filho é sempre filho, como não amar com todo o amor que se tem... tarefa impossível, pelo menos para mim!

    Obrigada pelo carinho constante!

    Bjs mil

    ResponderExcluir
  34. Ribeiro

    É verdade, filhos são tanta coisa... boa na vida da gente que fica difícil tentar descrever!


    Obrigada pela rega, meu jardim é mais florido pela tua presença aqui!

    Bjinhos

    ResponderExcluir
  35. Dri

    Tens toda razão, filho sempre "toca" fundo!


    Bj grande, amiga!

    ResponderExcluir
  36. Bem vinda, Sandra


    Agradeço as palavras açucaradas que deixaste por aqui.
    Volte sempre, porta sempre aberta pra ti!

    Bjs

    ResponderExcluir
  37. Ester querida

    Eu acredito que se possa ter este mesmo sentimento em relação a qualquer criança mesmo não as tendo gerado. Este laço vem de muito tempo e horas estamos numa ponta, horas em outra, por isso disseste muito bem... sementinhas não germinadas que algum dia já deram frutos, mas uma vez ali, sempre ali!

    Agradeço o carinho das tuas palavras!
    Te "dar carona" é sempre um enorme prazer! Cresço eu com a companhia!


    Bjão, minha amiga!

    ResponderExcluir
  38. Lis querida

    Tão cheio que o meu sempre transborda...rsrs!


    Obrigada pelo carinho!
    A família agradece unida! :)


    Bjão

    ResponderExcluir
  39. Sim, minha linda.....com os filhos tocamos o céu, ou o inferno.

    ResponderExcluir
  40. Wal

    Quando escrevi este poema te confesso que não pensei nisso, mas infelizmente é uma possibilidade... triste possibilidade!

    Que os Anjos suavizem as provas de quem, através dos filhos, experimentam este lado da criação!

    Bjs, amiga!

    ResponderExcluir

"Uma palavra caída
das montanhas dos instantes
desmancha todos os mares
e une as terras mais distantes..."
(Cecília Meireles)

Que bons ventos te tragam mais vezes!