terça-feira, 12 de outubro de 2010

Faz de conta...







Que hoje nada te amedronta

Que teu sonho ninguém desmonta

Que a felicidade chegou pronta

E que a esperança é uma luz que aponta

Seja aquela criança, 

Que a história da tua infância conta

Pelo menos hoje...

faz de conta!

(Wania)








Ilustração “Fairy taile”  by Inessa Emilia on DevianART

Música “João e Maria” de Chico Buarque e Sivuca


35 comentários:

  1. Wania, minha querida...
    Que aconselhamento lindo!
    Até eu, aos 65 anos, vou tantar segui-lo...
    Grande abraço,amiga!

    ResponderExcluir
  2. Ótimas escolhas de música e ilustração para o seu poema de condão.

    Linda vc, e tudo o que vem de ti! =)

    Beijinho.

    ResponderExcluir
  3. Wania, querida!

    Que coisa linda de ver e sentir!
    Fazendo de conta ou não, o importante é que sejamos felizes sem perdemos a pureza e a delicadeza de uma criança,

    Que sua essência continue brilhando assim!

    Beijinhos ^-^

    ResponderExcluir
  4. Muito fofo,o conjunto de imagem, música e poema. Bjs e sempre parabéns.

    ResponderExcluir
  5. Parabéns pela escolha acertada de combinações!
    Encantador!

    ResponderExcluir


  6. Por mais que faço de conta,
    acabo "fazendo a conta" e o resultado da = REAL!

    :)

    ResponderExcluir
  7. Hoje e sempre... faz de contas do mar... de amar.elo ;)

    ResponderExcluir
  8. O que conta é que a vida jamais perde o encanto nas mãos de quem sabe pontuar um faz de conta. Há que se sonhar... sempre!

    Saudades daqui...

    Beijos de luz!

    ResponderExcluir
  9. bom dia minha linda Wania, ou boa tarde, vou tratar de seguir teu conselho, que para a minha idade é bastante dificil, mas sao tao lindas tuas palavras!
    um beijo gde ,gde

    ResponderExcluir
  10. "Faz de conta" nada mais lindo na infância do que acreditar, sonhar e fazer de conta... bela poesia minha amiga! bela! bjs

    ResponderExcluir
  11. emocionante! parabéns pelo belo momento, querida wania!

    beijos.

    ResponderExcluir
  12. Wania!

    Você é minha fada, e já traz a varinha de condão!

    Virei criança!

    Lindooo!

    Beijos

    Mirze

    ResponderExcluir
  13. Q mensagem boa, Wania!

    Beijocas
    Amei!

    ResponderExcluir
  14. Segundo poema com métrica musical que vejo hoje. E esta beleza toda. Parabéns!!!
    Tem cinco poemas novos em meu blog http://lenjob.blogspot.com e lhe apresento o Castelo do Poeta, http://castelodopoeta.blogspot.com, um super canal interativo de arte. Me fale o que achou, viu?? Abaixo poema.

    João Lenjob

    Na Nossa Tela
    João Lenjob

    Se quiser o céu numa tela
    Eu o trago até você
    Eu lhe dou pincel, tinta e uma aquarela
    E as cores, dá você
    Venho com estrelas, cometas e uma lua bela
    Mas o sol, traga você.

    Dance no céu, pintando como bailarina
    Que sou platéia pra você
    Seja a pintura mais pura, doce menina
    Que sou menino pra você
    Dê-me o amor da arte mais divina
    E do amor faço você.

    Ame menina, na nossa tela
    Aquarela, eu e você

    Se por acaso alguma cor lhe falta
    Eu faço em verso pra você
    Viro então um poeta astronauta
    E fico no céu pra você
    Enquanto pinta a nossa pauta
    A poesia é feita pra você.

    ResponderExcluir
  15. E eu,
    bailarina de caixinha de música
    teria ao meu lado um namorado
    que era um soldado de chumbo
    a proteger-me eternamente
    de todas as dores do mundo.

    Sua varinha-de-condão poética há de fazer esse milagre!
    Beijos menina fada!

    Rossana

    ResponderExcluir
  16. saudade dessa época em que
    fazer-de-conta era tão mais fácil e simples e até possível!

    LINDO demais, Wania.

    Adoro tua delicadeza para falar de coisas que tocam tão a fundo...

    um beijo enorme,

    Talita
    História da minha alma

    ResponderExcluir
  17. Que delícia...seus poemas sempre trazem sentimentos delicados e perdidos. Beijo

    ResponderExcluir
  18. Zélia querida!


    Para isso não se tem idade...
    Só vais sair ganhando, com certeza!


    Bj grande

    ResponderExcluir
  19. Obrigada, Larinha


    Teu carinho é mágico, sempre!

    Bjinhos mil

    ResponderExcluir
  20. Doce Ester


    Feliz sempre é o que se quer, sem jamais perder a essência!

    Linda e sábias palavras, amiga!
    Prazer te ter por aqui,

    Bjão

    ResponderExcluir
  21. Obrigada, Elania

    Feliz por saber disso,

    Bjsssssssss

    ResponderExcluir
  22. Olívia

    Agradeço de coração o teu carinho!


    Bjo grande, amiga!

    ResponderExcluir
  23. Tonho Amadico!

    Experimenta temperar com pó de pirlimpimpim, o sabor realmente fica mais docinho e a conta menos salgada, eu garanto! ;)



    Bjinhos

    ResponderExcluir
  24. Francisco


    O importante é fazer... :))))


    Bj carinhoso pra ti

    ResponderExcluir
  25. Liene


    Sonhar é fundamental, portanto sonhar sempre!!!


    Obrigada pelas palavras doces e sábias!
    Bjsssssssss

    ResponderExcluir
  26. Myra

    Não se tem idade pra isso, já dizia para amiga Zélia.
    Este ingrediente adoça a vida que, às vezes, sabe ser tão salgada...


    Bjão imenso pra ti, minha querida!

    ResponderExcluir
  27. Obrigada, Marcinha

    Tua presença aqui sempre me faz acreditar na força que tem a amizade!

    Bjão

    ResponderExcluir
  28. Betina

    Que bom que você gostou, fico feliz!

    Bjinhos, amiga!

    ResponderExcluir
  29. Mirze querida!

    Queeeeem me dera...
    mas sou sua amiga até debaixo d'água, isso podes ter certeza! :)))))


    É sempre bom virar criança!

    Bjo enorme

    ResponderExcluir
  30. Oi, Mi


    Quem gostou fui eu de te ver aqui, minha querida!

    Bjssssss

    ResponderExcluir
  31. Bem vindo, João

    Na Nossa Tela
    João Lenjob

    Se quiser o céu numa tela
    Eu o trago até você
    Eu lhe dou pincel, tinta e uma aquarela
    E as cores, dá você
    Venho com estrelas, cometas e uma lua bela
    Mas o sol, traga você.

    Dance no céu, pintando como bailarina
    Que sou platéia pra você
    Seja a pintura mais pura, doce menina
    Que sou menino pra você
    Dê-me o amor da arte mais divina
    E do amor faço você.

    Ame menina, na nossa tela
    Aquarela, eu e você

    Se por acaso alguma cor lhe falta
    Eu faço em verso pra você
    Viro então um poeta astronauta
    E fico no céu pra você
    Enquanto pinta a nossa pauta
    A poesia é feita pra você.






    Agradeço as tuas considerações a respeito da minha poesia... sempre um vento a favor por aqui!


    Vou te visitar, pode me aguradar!
    Porta sempre aberta pra ti por aqui,

    Bjs

    ResponderExcluir
  32. Rossana, minha querida!


    E eu,
    bailarina de caixinha de música
    teria ao meu lado um namorado
    que era um soldado de chumbo
    a proteger-me eternamente
    de todas as dores do mundo
    .



    Quem me dera... mas se tivesse juro que realizaria todos os teus sonhos só pra te ver sempre feliz!


    Bjão carinhoso pra ti

    ResponderExcluir
  33. Talita

    Essa época era tudo mais fácil...

    Obrigada pelo carinho das tuas palavras, além de fazer bem ao meu coração, me enchem de estímulo.


    Bjinhos mil

    ResponderExcluir
  34. Dri


    Que bom que as minhas palavras te fazem encontrar tudo outra vez!


    Obrigada pela presença e pelo comment.


    Bjs

    ResponderExcluir
  35. tenho varias sensações do tempo de infância e sempre que venho aqui em seu blog e vejo palavras coloridas tenho a lembrança clara de criança.

    um beijo!
    ns

    ResponderExcluir

"Uma palavra caída
das montanhas dos instantes
desmancha todos os mares
e une as terras mais distantes..."
(Cecília Meireles)

Que bons ventos te tragam mais vezes!