sexta-feira, 5 de junho de 2009

True lies...


As pessoas mudaram demais?

O mundo mudou muito mais e eu não vi?

Eu fiquei para trás? Eu não incorporei esta mudança?

As coisas andam invertidas?

Ou eu estou de ponta cabeça e não me dei conta?

As verdades não são mais verdadeiras?

Isso é possível? Uma verdade mentirosa?

Hoje, as verdades são relativas, isso mesmo,

dependem do momento que são ditas,

naquele exato segundo é uma verdade,

algumas horas depois...

A verdade estava enganada, não percebeu,

não era bem aquilo que ela queria dizer.

As pessoas se escondem atrás de verdades que não são próprias?

Ou usam este disfarce para não verem suas próprias verdades?

Será que a mentira dá mais cartaz? Faz mais ibope?

Não consigo me acostumar com isso, não aceito e pronto!

Sou do tempo que verdade era uma só; o resto, mentira!

Sou do tempo da sinceridade, da transparência, do olho-no-olho.

Não quero sair machucada por dizer a verdade, nunca!

Se eu precisar mentir para dizer uma verdade,

Compro logo uma fantasia de palhaço...

e antecipo o carnaval!



4 comentários:

  1. Os valores, hoje, estão distorcidos...
    Realmente difícil conviver com esta realidade.

    ResponderExcluir
  2. Difícil é apelido...
    Obrigada pela visita.
    Bjs e bom final de semana pra ti.

    ResponderExcluir
  3. Uma realidade que nos deixaste aqui e que nos faz pensar no que somos... belo momento amiga, bela escrita.
    Bjs em ti,
    Nuno

    ResponderExcluir
  4. Obrigada, Nuno!
    Volte sempre.
    Bjs.

    ResponderExcluir

"Uma palavra caída
das montanhas dos instantes
desmancha todos os mares
e une as terras mais distantes..."
(Cecília Meireles)

Que bons ventos te tragam mais vezes!