terça-feira, 3 de novembro de 2009

Fabulando com meus botões...



(turtle by Stripedkitty on deviantART)



Contrariando asbulas antigas

Não quero ser só cigarra

Não quero ser só formiga

Quero encher minha barriga

Sem ter que morrer de fadiga

Quero cantar pela vida

Sem ser taxada de rapariga

Não quero ser raposa

Que menospreza suas uvas

Nem lebre que dorme na

Beira da estrada

Prefiro ser tartaruga

Que mesmo com a casa nas costas

E naquele passinho indiferente

Leva a vida sempre contente!

(Wania)



51 comentários:

  1. Que liiiiiiiiindo!

    Estou aqui aos risos com este poema!
    Quanta formosura e delicadeza!

    Eu tb prefiro ser tartaruga, amiga.
    To contigo nessa :)

    Abraço bem apertado!!

    Gil :)

    ResponderExcluir
  2. Que versos fofos!
    Você escreve tão lindamente!
    Beijos Tempestuosos!

    ResponderExcluir
  3. Ah, que fofura!

    Siga, então, contente com seu casco cheio de poesias!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Belo Wania. Boa parte das guloseimas da infância se encontra em seu poema. Amei!

    Grata por sua atenção e carinho.

    Beijos :)
    H.F.

    ResponderExcluir
  5. a tartaruga é uma verdadeira mochileira. Leva consigo o que tem, mesmo com a estrada tão longa. Adorei!

    ResponderExcluir
  6. Wania querida bom dia. Tudo bem com você?

    Você é surpreendente com essas suas comparacoes. Vou seguir viagem contigo, prefiro ser tartaruga;
    Mas acredito que nós na vida já tivemos algumas dessas fases diferentes, mas a vida tem nos ensinado a fazermos escolhas, o que é muito bom.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Que lindo es leerte.. me quedo siempre en silencio.. Ante tu poesía..

    Un beso


    Un abrazo
    Saludos fraternos.

    ResponderExcluir
  8. Obrigada, Carolina!

    Me faz muito feliz saber que gostou daqui!

    Porta sempre aberta pra ti,
    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Gi, querida!

    Que delíííícia te ver aqui!
    Coisa boa que meu poema te fez rir, já ganhei meu dia!

    Obrigada pelas palavras carinhosas!

    Sigamos as duas, no passinho de tartaruga, sempre pra frente e sempre contente!
    Bjão

    ResponderExcluir
  10. LÊ, fofa é tu!

    Obrigada, teu carinho me aquece!
    Nossa amizade é bonita sempre!

    Bj grande pra ti!

    ResponderExcluir
  11. Lara, outra fofinha que me visita...

    É isso aó, siguindo em frente e contente e se o casco estiver cheio de poesia, então... a felicidade será permanente!!!!

    Agradeço tuas palavras carinhosas, sempre um vento a favor!

    Bjinhos

    ResponderExcluir
  12. Hercília querida!

    Que prazer te ler por aqui!
    Obrigada mais uma vez pelas palavras tão doces... adoçam a minha Alma, com certeza!

    Um semana iluminada pra ti!
    Que teu trabalho flua e não encontre barreiras!
    Bjão, Amiga!

    ResponderExcluir
  13. Bem vinda, Lisa!

    É verdade, leva tudo que tem ali no casco e nunca esmorece no caminho, seja ele qual for! Bela sabedoria de vida ela nos passa, não é mesmo???


    Fico muito feliz em saber que gostaste daqui!
    Porta sempre aberta pra ti!

    Obrigada pelas palavras,
    Bjão

    ResponderExcluir
  14. Oi, Georgia
    Comigo tudo azul...

    Que delícia de companheira, então eu acabei de encontrar para partilhar o caminho! A nossa amizade só tende a crescer com isso!

    Somos um pouco de cada bichinho, vivendo e escolhendo, tb acredito demais nisso!

    Obrigada pelo carinho constante,


    Bjssssss e sigamos em frente que atrás vem gente!!!

    ResponderExcluir
  15. Adolfo, gosto quando vens aqui!

    Em silêncio fico eu quando leio as tuas lindas palavras!Rastro de luz fica aqui depois que tu partes!

    Obrigada mais uma vez!

    Un beso e un abrazo pra ti tb, Amigo!

    ResponderExcluir
  16. Wania querida!

    O que à primeira leitura parece um conto de fadas, percebe-se a profundidade de sentimentos, a firmeza, e a luz que brota em cada verso.

    Parabéns, amiga!

    Beijos

    Mirse

    ResponderExcluir
  17. Mirse

    Os contos de fadas também nos dizem muitas coisas nas entrelinhas...Leste junto comigo!!!

    Agradeço o comentário tão rico!


    Esta tartaruga aqui te manda muitos beijos...rsrsrs e te convida pra seguir viagem!

    ResponderExcluir
  18. Querida wania,

    que delícia de poema ! Um mimo,tanto os versos quanto a imagem... Amo poesias infantis e não sei se você sabe, também escrevo para crianças. Quando puder visite meu blog de poesias infantis- " Gotinhas de poesias " Adorarei receber sua amável visita. Bj com carinho.

    ResponderExcluir


  19. Wania

    A tartaruga, graças a natureza,
    nunca precisou financiar sua casinha,
    porisso que ela não tem pressa e vive contente...

    Ah ah ah!

    "A tartaruga já nasceu abrigada!"

    Ops! Fabulei no teu poema...

    Estou brincando Wania,
    mas seria tema pra outro poema...

    Beijos e vitória Wania!

    P.S.: Não me interpretes mal. ah ah ah!

    .

    ResponderExcluir
  20. Que idéia linda, Wania... adorei! :)

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  21. Perfeito, Wania.
    Penso que uma pessoa, conquanto não carregue a casa nas costas, pode ser feliz apenas perambulando à-toa, com uma muda de roupa e uma rede (que não deixa de ser uma maneira de levar a casa nas costas), mas desde que não tenha ambições e não se importe de às vezes passar fome. Fui hippie no fim da adolescência e uma das coisas que aprendi naquela época foi que o preço da liberdade é abrir mão de coisas que nos prendem, inclusive do sentimento de posse, não apenas no que se refere a objetos quanto ao que nutrimos e pessoas e animais. Somente desapegados de tudo é que isso é possível.
    Gostei muito do poema.
    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Wania, a tartaruga encontrou a formula certa, curte a vida calmamente, pois mesmo com sua mochila nas costas ela vai longe e vive muiiiiito tempo.
    Um grande beijo.

    ResponderExcluir
  23. Eis uma tartaruga cheia de genica e vontade de viver a vida!
    Boa! Muita gente deveria ler-te e essa vontade poderia ser contagiosa, não?
    Beijinho terno!

    ResponderExcluir
  24. Ai ai ai...
    Eu também quero, ir devagar, levar a casa comigo e seguir contente pela vida.

    Que belezura de poema-fábula.

    Acho que já fui taxada de "rapariga" só porquê canto... hehehe

    Adorei.
    Bjs, querida

    Rossana

    ResponderExcluir
  25. Prefiro a sua versão!!!

    Beijo, moça!

    ResponderExcluir
  26. Ah, Wania
    Adorei. Essa sua preferencia pela tartaruga tem dois caminhos, ou gostas de muita calmaria , ficar longe do perigo, nada de corre corre ou aquele doce de pessoa que nao deixaria ninguem pra trás ...muito bonito o poema ,gostei muito.
    Abraços, kirida.

    ResponderExcluir
  27. que meeiiiigo!
    *-*

    sério, amei...
    muito fofo


    bjos

    ResponderExcluir
  28. Adorei!
    Deste musicalidade a esta fábula e sabes que mais? Concordo com o Bardo, prefiro a tua versão :)
    Bjos

    ResponderExcluir
  29. Oi querida médica, amei seu comentário lá no Gotinhas... Fico feliz que tenha apreciado o blog. Imagino que você deve ser uma pediatra muito carinhosa e amável. Tenho uma filha que em o sonho de ser médica cirurgiã plástica. Espero que este sonho se realize... Obrigada por seu carinho sempre presente. Bj, bj.

    ResponderExcluir
  30. Que lindo Wania. Tão simples, tão belo, objetivo! Adorei! :)

    ResponderExcluir
  31. Ai!!! Bem que eu gostaria de ser tartaruga... fazer tudo com calma... seria bom, prá variar! rsrs...

    Uma noite de paz, Wania!

    Bjs.

    ResponderExcluir
  32. Úrsula querida!!

    Obrigada pelas palavras tão incentivadoras de sempre! Adoro quando vens aqui!

    Quanto ao Gotinhas de Poesia...AMEI! Parabéns mais uma vez! Vou te confessar uma coisa eu amo o que faço e os meus pacientinhos parecem que sentem e gostam disso tb!!!

    Eu desde pequeninha queria ser pediatra, nunca cogitei outra coisa, e não me arrependo de nada, se voltasse no tempo faria tudo outra vez. È uma profissão sacrificada, te digo de cadeira, tenho 20 anos de estrada, mas tem uma compensação que dinheiro nenhum no mundo paga: a gratidão das pessoas que são tartadas por nós, seja quando tu ameniza uma dor ou compartilhas as angústias ou alivia o fardo da doença e até "cura", na grande maioria das vezes, felizmente!

    Que a tua filha possa concretizar o sonho dela, sem dúvida, vai trilhar um caminho suado, mas muuuuuuuito lindo. Já torço por ela! A Medicina é um dom, hoje mais do que nunca tem que se gostar para exercê-la com todo amor, respeito e ética que ela e os pacientes merecem!

    Bjsssss

    ResponderExcluir
  33. Tonho, amadico!
    Nunca vou te interpretar mal, não se preocupe! Pode fabular a vontade...rsrsr!!!!!
    Admiro a tua criatividade e já te disse que ela me inspira!

    Tens toda razão: não precisar se preocupar com a casa própria é tudo de bom, já tira 50% das preocupações, por certo, a calma dela vem toda daí...rsrsrs

    Obrigada pelo teu carinho,
    Bjão

    ResponderExcluir
  34. Cris, obrigada!

    Gosto quando vens aqui!

    Bjssss, Amiga!

    ResponderExcluir
  35. Fred,

    Tens toda razão... o desapego é fundamental pra ser ter uma vida assim tartaruga, eu já não conseguiria: adoro o meu cantinho, faço muito vínculo com as pessoas que gosto, tenho um cachorro, gosto de poder voltar pra minha casa no fim de cada dia e mudo tanto quanto um rótulo de Maisena nos últimos 50 anos ...rsrsrs! Respeito quem consegue, deve ser uma experiência e tanto!

    Agora, eu sou meio tartaruga porque carrego sozinha a minha "casa" e sou tri calma, apesar da minha vida se passar, grande parte, num ambiente de stress extremo (Emergência)! E quanto a ser contente, eu me esforço bastante...rsrsrs!!!

    Obrigada pela comentário amável e pelo bate-papo melhor ainda!!!

    Bjão,amigo querido!

    ResponderExcluir
  36. Maria Augusta

    A tartaruga tem uma filosofia de vida tri legal, concordo contigo e parece que nós duas não somos as únicas a achar isso!!!

    Obrigada pela visita,
    Bjssssss

    ResponderExcluir
  37. Dri... vem para caaaaaixxaaaaaa você tambéééééééém!!!!...rsrsrs!

    Mais uma tartaruga, já estamos formando um exército!!!!!!Obaaaaaaaaaaaaaaa!

    Brincadeiras à parte, sou muito grata pelo teu carinho!

    Bj grande pra ti, Amiga!

    ResponderExcluir
  38. Luísa,

    Esta tartaruga pode não ganhar a corrida em velocidade, mas em fôlego, não tem pra ninguém!!!!! Quem sabe não contagia uns e outros que não saem nem da linha de partida, né???

    Obrigada pelas palavras amáveis!

    Bjão pra ti

    ResponderExcluir
  39. Brigaduuuu, Henrique Amadico!

    A tartaruga aqui, agradece de coração e tri contente!!!!

    Bjsssss

    ResponderExcluir
  40. Rossana querida!

    Que delícia te ver aqui! Eu não disse que o escuro já tava pedindo água, não é fácil apagar brilho de estrela!!!

    Olha, vem junto...acho que vou formar uma time novo....as tartarugas blogueiras... a lista está aumentando a olhos vistos!!!!

    Deixa eu te dizer uma coisa: já acompanhava teu blog fazia tempo, mas não comentava. Achava teu Batom e Poesia muito pro meu bico ainda mais recém chegada na Blogosfera, mas aos poucos fui me entrosando e chegando devagarzinho...pena que não fiz isso antes, teria te conhecido há mais tempo e já podia ter usufruído desta convivência tão boa, mas nada é por acaso nesta vida, não é mesmo??? Fiz todo este rodeio só pra te dizer que li aquele post onde tu contou que fez uma viagem looonga só para cantar em um final de semana, então entendo porque foste taxada de rapariga, mas vai em frente, aqui é a p´ropria história do LOBO menosprezando as uvas que não consegue alcalçar...rsrsrs!!!

    Obrigada pelo teu carinho!
    Bjão grande pra ti, Amiga!

    ResponderExcluir
  41. Lis, amiga

    Da tartaruga eu tenho a calma, mas minha vida é um corre-corre e um stress danados e quanto aos amigos, bem este levo sempre junto no coração...

    Obrigada pelas palavars sempre tão amáveis aqui no meu cantinho!

    Bjão

    ResponderExcluir
  42. Hosana, seja bem vinda!

    E eu dorei saber disso. Obrigada

    Porta sempre aberta pra ti por aqui,
    Bjssssssss

    ResponderExcluir
  43. Selma,

    Puxa, obrigada por tanto gentileza, meu coração agradece! Parace que a minha nova versão, agradou mesmo...rsrsrs! Esopo e La Fontaine... me desculpem...rsrsrsrs! Fácil chegar depois de tudo pronto e querer levar a fama, né??? isso já deve dar assunto para outra fábula...rsrsrsrs

    Brincaderinhas à parte, fico contente de te ver por aqui!

    Bjão!

    ResponderExcluir
  44. Pri, tava saudade!

    Obrigada pelas palavras gentis!
    Gosto quando me gostas...

    Bjsssssss

    ResponderExcluir
  45. Dalva

    Pelo que puder perceber nestas poucas linhas é que de tartaruga tu não tens nada...rsrsrs!!! ...mas o bom da vida talvez seja isso mesmo ... a diversidade, uns mais rapidinho, outros mais demorados, mas o que importa é chegar!!!!

    Um dia de paz pra ti, amiga!
    Bjsssssss

    ResponderExcluir
  46. seus poemas são de um ludismo lindo, lindo... sempre que a visito mostro à minha filha (ela tem 3 anos) e se ela não está comigo, trago-a depois...

    um beijo.

    ResponderExcluir
  47. Waninha querida
    Vim te ver e vim te ler, gosto tanto de estar aqui, você é iluminada.
    bjs e boa noite minha amiga ;)

    ResponderExcluir
  48. Bom te ver por aqui NINA

    Saber que a tua filha tão pequenina já aprecia poesia e ainda mais as minhas, me deixa muuuito contente. Diga à ela que vou fazer um post todo de versinhos que fiz para os brinquedos de sucatas que um grupinho de crianças produziu...eles faziam os brinquedos e eu os versinhos, diversão da boa!!!!

    Agradeço tuas palavras tão gentis!
    Bjs para duas.

    ResponderExcluir
  49. Lí querida!!!!!

    Tava saudade de te ver por aqui, tu faz falta, sabia? Iluminado são teus versos... nunca me perco quando passo por lá!

    Obrigada pelo teu carinho, me afaga a Alma!


    Que os Anjinhos embalem teu sono...
    Bjão

    ResponderExcluir

"Uma palavra caída
das montanhas dos instantes
desmancha todos os mares
e une as terras mais distantes..."
(Cecília Meireles)

Que bons ventos te tragam mais vezes!