sábado, 26 de junho de 2010

Amor cristalino...




Faz frio

Chove muito [lá fora]


Debruço-me sobre a mansidão

dos teus olhos embaçados

e fico desenhando milhares

de coraçõezinhos [perfeitos]


Paro quando o teu sol raia

no céu da minha boca

secando todas as vidraças


(Wania)




42 comentários:

  1. Claro que arrasou!!!
    Sou a primeirona, hoje.

    Apaixonantes versos, linda amiga.

    Beijos ensolarados.
    Rossana

    ResponderExcluir
  2. Rossana, querida!


    Quanta honra te ter de primeirona!! :)))))
    Me faz muuuuuuuuuuito feliz te ver por aqui!

    Sempre trazes o sol para o meu Encantaventos!
    Obrigada pelo calor de sempre!

    Bj imeeenso

    PS: agora que estou respondendo os comentários do post anterior e depois vou colocar minhas leituras em dia. Me aguarde!

    ResponderExcluir
  3. Wania!

    Lindos versos em tempos de frio. Deve ser bom o sol raiar no céu da boca!

    Lindo, amiga!

    Beijos

    Mirze

    ResponderExcluir
  4. E o amor como a chuva assim cristalino .
    Que voce faz debruçar sobre nós com esse seu coração perfeito.
    Lindo Wania.
    que sequem todas as vidraças!
    muitos abraços e um ótimo domingo

    ResponderExcluir
  5. minha querida, muito lindo como sempre, deixei um sorriso aqui na minha janela embaçada ;)

    beijos e beijos
    GE

    ResponderExcluir


  6. Encharca o coração
    Congela a alma
    transborda pelos olhos...

    Aí a 'magia' do S☼L
    seca
    aquece
    e brilha nos ☼lh☼s!

    beij☼s!

    ResponderExcluir
  7. beijissssssssimos, de tao belllllo!!! minha linda Wania,

    ResponderExcluir
  8. Quando o sol chega assim tudo fica mais lindo!Maravilha,Wania!beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  9. O frio tem suas vantagens, ainda mais quando chove, e estamos em casa, coladinho em quem gostamos.

    ResponderExcluir
  10. Poééééticoo!!! o sol raiar no céu da boca a secar vidraças foi pulsante... bjo, menina! ;)

    ResponderExcluir
  11. Waninhaaaa, de arrasar qualquer coraçãozinho (im)perfeito. Lindo, genuíno, puramente você este poema!

    Beijos, querida do meu core.

    ResponderExcluir
  12. Mirze


    Quando o sol raia no céu da boca, os corpos amanhecem!



    Obrigada pela presença e pelas palavras!
    Bj

    ResponderExcluir
  13. Lis

    Meu coração é bem [im]perfeito, há muito caminho a trilhar!

    ...mas que as vidraças todas sequem, isso eu quero! :)



    Brigaduuuu!
    Bjs

    ResponderExcluir
  14. Ge

    Esta tua janela embaçada já deve andar cheia de coraçõezinhos desenhados... ;)
    ...mas eu pego o sorriso que é só pra mim!!!! :)))))))


    Bj, meu querido

    ResponderExcluir
  15. Tonho

    O S☼L é poderoso!!!!
    E o amor sabe ser S☼L quando ele quer!


    Bjs ensolarados pra ti;
    PS: amei o solzinho que tu desenhaste! :))

    ResponderExcluir
  16. Myra!

    Brigaduuuuuuuuuuuuu!
    Tu também és S☼L, minha amiga!


    Bj grande

    ResponderExcluir
  17. Chica

    Com certeza, tudo briiiiiiilha!!!!


    Uma semana iluminada pra ti, minha amiga querida!
    Bjão

    ResponderExcluir
  18. Francisco querido

    Por onde andavas? Senti tua falta por aqui e lá no teu cantinho, mas já fui me entardeSER por lá!


    Agradeço tuas palavras e fico muito feliz que tenha gostado. Um vento a favor, sempre!

    Bj carinhoso pra ti e bom retorno!

    ResponderExcluir
  19. Ai, minha florzinha Lara

    Tu me mima demais... eu já tô "estraga" por ti...rsrsrsrs!
    É bom ouvir isso, ainda mais vindo de um coração perfeitinho destes!

    Obrigada!
    Te gosto muito, sabia?


    Bj imeenso

    ResponderExcluir
  20. Bem vindo, Carlos


    Isso é uma verdade incontestável! :)



    Obrigada por vir e comentar!
    Porta sempre aberta pra ti por aqui!
    Bjinho

    ResponderExcluir
  21. ...a natureza é muito sensual (imagine uma plantinha verde com gotas de orvalho) e sua natureza poética neste é de uma sutileza maravilhosa, muito boa.

    Bjin
    ns

    ResponderExcluir
  22. Nelson

    Concordo quanto a sensualidade da natureza, se acreditares em coincidências, hoje mesmo estava rabiscando sobre quanto o orvalho parece adornar as flores com seu colar de continhas transparentes... ainda não terminei, mas acho que renderá uns versinhos, por enquanto ainda não sei!


    Obrigada pelas palavras cristalinas!
    Bj grande

    PS: parece que hoje a natureza tb soube inspirar teu pensamento mel...

    ResponderExcluir
  23. Wania,

    janela embaçada e coração apaixonado combinam bem... e daí nasce um poeminha assim, tão lindinho...

    Bjs.

    ResponderExcluir
  24. Tua escrita é de uma delicadeza... Sempre toca... Abção, querida!

    ResponderExcluir
  25. Dalva

    O amor sempre foi uma excelente fonte e inspiração...e de aquecimento tb...rsrss!


    Bjinho, amiga!
    Boa semana

    ResponderExcluir
  26. Sheila,


    Que bom te ver por aqui!
    Obrigada pelo carinho da presença e das palavras!

    Bjsssss

    ResponderExcluir
  27. Décimo Quinto Cálice

    Tulipas-lírio, dálias franjadas
    Orquídeas, crisântemos, açucenas
    Ladeiam os degraus das escadas
    Ao Olimpo das mulheres pequenas,
    Porém tão grandes e tão amadas
    Que entre as flores mais cuidadas
    São de todas elas, as mais serenas.

    A cobiçada pose dos ramos singelos
    E as vestes numa folhagem estival,
    A seda escura dos castanhos cabelos
    Certos e rimados ao meneio musical
    Ondas sossego e escadeados anelos
    Navegáveis sem nós nem novelos
    Que encrespem os dias por igual.

    É tudo tão simples, assim, encantado
    Que do recanto nasce o canto vertical
    A esquadro e a compasso desenhado
    Como canteiro, ou minarete floral
    Esboçando tela de quadro conventual
    Para quem sonha, e desse sonhado
    Floresça o sentido do sentir universal.

    Início do que não tem princípio nem fim
    Nem carece de conceito ou até de meio,
    E completa tudo quanto falta em mim
    Se dos teus lábios bebo o cálice cheio!

    ResponderExcluir
  28. minha linda Wania, meu beijo de todos os dias!
    sabe o "expressodalinha" ja esta no 8 episodio!!!

    ResponderExcluir
  29. Belíssimo, Wania!
    Versos leves, suaves, feitos em pétalas de sol...
    Beijo, minha querida!

    ResponderExcluir
  30. Wania,
    Estou serioS PROBLEM naS contfigurações do teclado.
    Catando aS LETRAs. Copi ando e colando palavras.
    Voltfo + tfarde

    ResponderExcluir
  31. Nada como alguém, com seu calor, para secar nossas vidraças...

    ResponderExcluir
  32. Adooooooooro essa mistura de amor e sensualidade, esse toque de delicadeza, sensibilidade...
    Achei linnnnnnnndo
    bjs

    ResponderExcluir
  33. Oi querida Wania,

    que delícia " te ler "... Esse poema está uma pérola- cintilante e delicado ! Bj com carinho.

    Úrsula

    ResponderExcluir
  34. J Maria Castanho


    Linda poesia!

    Bjs

    ResponderExcluir
  35. Zélia querida!

    Que prazer te ter por aqui!
    Leve é ler toda esta delicadeza...
    Obrigada!

    Bjs

    ResponderExcluir
  36. Halley

    Isso acontece, estes pc nos dão uma surra de vez enquanto!!! :)

    ...mas já fico feliz que tenha me lido e visitado!



    Que tudo se ajeite por aí!
    Bjão, meu querido!

    PS: andas inspirado, viste passarinho verde????

    ResponderExcluir
  37. Sylvio

    Nada como alguém, com seu calor, para secar nossas vidraças... ai,ai...nada mesmo!!!! ;)


    Bj grande!

    ResponderExcluir
  38. Marcinha

    Tu és um docinho!
    Teu gostar é sempre um grande estímulo para mim...
    Obrigada!

    Bjssssssssssss

    ResponderExcluir
  39. Úrsula

    Prazer tenho eu em receber tua visita e ler tuas palavras sempre carinhosas a respeito da minha escrita, minha amiga!

    Agradeço de coração!
    Bj imeeenso

    ResponderExcluir
  40. Rafa

    Ahhh, fico feliz ao ler um comentário destes...tb me encanto com o que cada um de vocês me deixa escrito por aqui aqui!

    Brigaduuuuu!


    Abraço carinhoso pra ti!

    ResponderExcluir
  41. O amor da sua poesia me deixou com água na boca. rs
    Bacio carissima e uma linda semana (eu sei que hoje é quarta) mas minhas visitas são sempre as quartas quando o dia me dá uma folga. rs

    ResponderExcluir

"Uma palavra caída
das montanhas dos instantes
desmancha todos os mares
e une as terras mais distantes..."
(Cecília Meireles)

Que bons ventos te tragam mais vezes!