domingo, 13 de junho de 2010

Manjerico...



Era uma rapariga gostosa

perna grossa

vestido curto

a bunda, polpa de manga-rosa

dava a todos

muitos dedos de prosa

nem Antonio, o de reputação celestial, escapava

quem cheirava seu manjerico

perdia a vergonha, o decoro e a trava


(Wania)



Ilustração: não encontrei a autoria da tela

(Clique na palavra Manjerico, no texto,

para saber mais desta tradição portuguesa)



40 comentários:

  1. Adoro os seus poemas sensuais, vc tem uma das formas mais bonitas de escrever que eu conheço. ;)

    Beijo.

    ResponderExcluir


  2. "manjei...
    'rico' fiquei"

    Santotonho!

    ResponderExcluir
  3. bom dia bom domingo, e gostei destas tuas palavras,digamos..eroticas e como quasi sempre com sentido de humor:))))
    beijos, linda Wania

    ResponderExcluir
  4. Muito lindo,Wania!um beijo,tudo de bom e uma linda nova semana!chica

    ResponderExcluir
  5. Wania,

    Sua última safra de poemas é arrebatadora, assim como o manjerico no poema. rsrs

    Você é bem afi(n)ada nesse "tom".

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Lindo, Wania!

    Santo Antonio-aroma manjericão.

    Como sempre doce e belo poema!

    Beijos

    Mirze

    ResponderExcluir
  7. Larinha

    Obrigada, minha querida!
    Eu adorei saber disso, fiquei de bochechas vermelhas com este elogio...

    Bj carinhoso pra ti

    ResponderExcluir
  8. Tonho

    Tu manja tudo!!!!! :)


    Rica fico eu com os teus comentário bem sacados!

    Bjinhos

    ResponderExcluir
  9. Myra

    Uma pitadinha de humor nunca atrapalha, nem mesmo nesta hora... :)))))

    Obrigada!
    Lindo domingo pra ti tb!
    Bjão

    ResponderExcluir
  10. Chica querida!


    Feliz que tenha gostado!

    Um semana iluminada pra ti tb,
    Bj grande

    ResponderExcluir
  11. Ai, Lou

    Que delícia ouvir isso de ti, muito obrigada!
    Espero não perder esta afi[n]ação, nem o tom...:)

    Bjs em Sol Maior pra ti

    ResponderExcluir
  12. NOOOOssa!
    manjerico....tô manjando, quero ser manjada.....mangia che te fa benne!

    ResponderExcluir
  13. que bom voltar aqui..
    Uma ótima semana pra vc.
    Maurizio

    ResponderExcluir
  14. Oi Wania,

    você explora a sexualidade e a sensualidade com delicadeza poética e senso de humor ! A imagem é perfeita para ilustrar o poema, apresentando a analogia entre elementos da natureza e o órgão sexual feminino, além de apontar para a questão mais ampla da sexualidade da mulher ... Bj com carinho,

    Úrsula

    ResponderExcluir
  15. Wania, adorei essa rapariga com uma bunda de manga rosa e tudo a oferecer! Muito bom mesmo! Beijo.

    ResponderExcluir
  16. Wania vim te visitar,pq tenho uma amiga como o teu nome, apesar de ser com V.
    E adorei conhecer o teu espaço, o teu cantinho tão aconchegante.
    Lindo o poema, e as vezes faz bem perder a vergonha.
    Tenhas uma bela semana.

    ResponderExcluir
  17. manga-rosa, um dedo de prosa com poesia gostosa.

    ns

    ResponderExcluir
  18. Olá... estive lendo o que escreveu nesta postagem. Gosto de tudo em seu blog. Mesmo que não comente, estou acompanhando o que escreve. Vá aos meus www.queriaserselvagem.blogspot.com e procure, no mês de Fevereiro; -"A minha luta". Deixe lá o seu comentário. Mas pode e agradeço que comente em todos os sitios.

    Vá tambem até ao: www.congulolundo.blogspot.com

    Leia, comente e divulgue.

    Um grande abraço, siga-me que eu o seguirei.

    ResponderExcluir
  19. Wania que sensual, charmoso. Adorei né! bjsss

    ResponderExcluir
  20. bom dia, linda Wania, vai ter uma linda surpresa ( bem para mim:))) se voce vai no:
    www.expressodalinha.blogspot.com

    beijossssssssss

    ResponderExcluir
  21. vc nos acende, minha querida. sem cair no vulgar, pelo contrário. me tira o fôlego com sua delicadeza, leveza e sutileza com que usa as palavras. isso é tão bacana e difícil de se fazer. parabéns, Wania.

    beijos e beijos
    G

    ResponderExcluir
  22. Wal querida

    Assim tu me encabula...rsrsrs!!!!
    Manjei tudo!

    Bjão

    ResponderExcluir
  23. Maurizio

    Que bom que gostas.
    Volte quando quiser,
    Bjs

    ResponderExcluir
  24. Úrsula


    Procurei esta imagem muuuuito tempo, era bem assim que eu queria!
    Obrigada pela leitura apurada dos meus versinhos, gosto demais!

    Bj, minha amiga querida!

    ResponderExcluir
  25. Dri

    Esta rapariga é tudo de bom! :)
    Obrigada, amiga!

    Bjinhos

    ResponderExcluir
  26. Bem vinda, Mariana

    Que bom que esta casualidade te trouxe até aqui.
    Agradeço pelas palavras carinhosas.


    Volte mais vezes, porta sempre aberta pra ti por aqui.

    Bj grande

    ResponderExcluir
  27. Nelson

    Que palavras carinhosas, fiquei toda cor-de-rosa!
    :)))

    Bjão, meu querido

    ResponderExcluir
  28. Bem vindo, José

    Fico contente que tenha gostado daqui.
    Obrigada pela presença e comentário.
    Porta sempre aberta pra ti por aqui.

    Vou aparecer no teu cantinho e apreciar teus escritos, pode deixar!

    Bjs

    ResponderExcluir
  29. Ahh, Marcinha


    Eu adoro saber disso, sabia????
    Tua presença aqui sempre me faz feliz!

    Bjssssssssssssss

    ResponderExcluir
  30. Ge, tu é um docinho...

    Tu és sempre super gentil no que tu me escreve. Agradeço de coração este teu carinho e esta nossa amizade!

    Tua poesia é liiiiinda, és um homem de muita sensibiliade! Fico feliz por partilhar disso!

    Bj imeeenso

    ResponderExcluir
  31. É verdade o que já disseram, Wania. Esta "leva" de poemas mais recentes está lindíssima. A leveza dos teus versos me encanta - de bem com a vida sempre... Beijos.

    ResponderExcluir
  32. Obrigada, Mirze

    Santo Antônio em qualquer versão e aroma é bem quisto!!!:))))

    Bj grande, minha querida!


    PS:"Pulei" teu comentário, me desculpe!

    ResponderExcluir
  33. Nydia

    Agradeço de coração! Vindo de ti é grande elogio.


    Bj grande!
    De bem com a vida sempre, apesar da Vida, às vezes, não ir tão de bem comigo... mas eu sou otimista! :)

    ResponderExcluir
  34. Lembrou-me aquelas rodas do interior onde se canta as fofocas e os olhares alheios. rs
    Bacio carissima

    ResponderExcluir
  35. Coquin e bem apropriado para esta época de festas juninas. Adorei!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  36. Lunna

    Boooooas lembranças :)))))

    Bj, querida!
    Obrigada por vir!

    ResponderExcluir
  37. Obrigada, Maria Augusta


    A época propicia... rsrsrs!
    Que bom que gostou!


    Bjs

    ResponderExcluir
  38. Sr. do Vale

    Concordo em gênero, número e grau! :))))


    Obrigada pela presença,
    Bjão

    ResponderExcluir
  39. Bravo!Bravíssimo!Quase me apaixono por esta rapariga portuguesa,ou além do quase!Nem vou querer saber o que é o "manjerico" pois tenho medo de me desiludir!
    Muito bom o poema, muito bom mesmo!Adoro essas dubiedades imagináveis!Tu brincas com as palavras!Parabéns!

    ResponderExcluir

"Uma palavra caída
das montanhas dos instantes
desmancha todos os mares
e une as terras mais distantes..."
(Cecília Meireles)

Que bons ventos te tragam mais vezes!